.

Este blog pertence ao Tradicionalista Sérgio Spier, vulgo Pepecão (nome artístico) para os correligionários da tradição que me conheceram nos anos 70, 80. Posto discussões da Política e do Tradicionalismo vigente além de temas didáticos para pesquisas culturais.


28 de dez de 2010

NOTA DE APOIO A BELMONTE

Companheiros Tradicionalistas

Um minuto de reflexão, antes que lave a água do mate.
Paramos para pensar nos rumos do Movimento Tradicionalista.
Sem desmerecer o trabalho feito até aqui por todas as administrações que passaram pelo MTG.
O Movimento cresceu muito. Administrá-lo se tornou uma tarefa muito difícil. Tarefa esta que com o passar do tempo, exercida pelo mesmo grupo passou a criar "vícios" da continuidade, coisa natural a qualquer administração.
Entendo que é salutar para o próprio Movimento estabelecermos esta mudança. Uma mudança que as entidades tradicionalistas clamam por ela.
MUDANÇAS ...
As mudanças devem acontecer para que se dê oportunidade a novas idéias
Mudar não significa apagar o passado de glória.
Mudar não significa dizer que o que tudo que foi feito estava errado, ou que o MTG é uma terra arrasada e que vamos reconstruir tudo de novo.
Mudanças não significam dar um novo rumo ao Movimento.
As mudanças representam uma inovação na forma de administrar e rever metas e planejamentos.
Entendo também que a Chapa União Pela Tradição não tenha o segredo e a solução para resolver tudo.
Mas pelo fato de se unirem em torno de uma idéia na busca desta oportunidade que surge e pelo compromisso que firmam diante das entidades que são a base do sistema, numa proposta nova de trabalho, merecem a nossa reflexão.
Por tudo isto eu apoio a chapa do companheiro Flavio Belmonte.
Mas apoio com muita convicção a chapa UNIÃO PELA TRADIÇÃO.

Cesar J Tomazzini Liscano
Coordenador da 1a. RT

22 de dez de 2010

NATAL NA VISÃO DE PAIXÃO CORTES


O folclorista João Carlos Paixão Côrtes condena as recentes encenações natalinas nas quais o Papai Noel aparece vestido com trajes típicos gaúchos. 'Isso não existe', cutuca o historiador de 75 anos, nascido em Santana do Livramento que, junto com Barbosa Lessa, é responsável pela maior garimpagem de temas folclóricos e populares do Rio Grande do Sul, incluindo danças, culinária, trajes e instrumentos musicais.

Conforme o tradicionalista, a figura do velhinho surgiu no Rio Grande do Sul após a 1ª Guerra Mundial, baseada em um santo (São Clauss para os nórdicos europeus) da Igreja Católica. 'Foi criado pelo desenhista Tomas Nast, que se inspirou em um poema de seu compatriota norte-americano Clemente Clark Moore.' Além disso, diz Paixão Côrtes, a indústria comercializa e profaniza essa figura. 'Nast deu-lhe forma, traços e cores, restaurou a cor vermelha da roupa do velho bispo Nicolau e acrescentou uma capa também rubra. O caricaturista inventou um gorro vermelho e, mais tarde, a roupagem de inverno foi simplificada para um gibão, uma espécie de calça abombachada.

De acordo com o folclorista, os organizadores dos eventos precisam valorizar o Natal tipicamente gauchesco, abandonando pinheiros europeus, trenós e roupas de lã. 'O verdadeiro Natal Gaúcho é uma festa da família, onde se comemora o nascimento de Cristo diante de um presépio, representativamente, com a presença do Menino Jesus na manjedoura, com burrico, vaquinha, ovelha, cânticos fundamentados em mensagens de um cristianismo puro e singelo, anunciando a chegada dos Reis Magos', ensina o pesquisador.

Paixão critica nomes utilizados em algumas encenações como 'Guri de Nazaré' ou 'Prenda do Céu'. Para ele, 'querem agauchar a religião'. Acrescenta que o folclore rio-grandense é rico e os Ternos de Reis, por exemplo, constituem uma tradição que deveria ser preservada. 'Nossas comunidades açorianas a praticam há muito tempo', observa.

Sempre que se aproxima o fim do ano, vejo entristecido que a querência vai se deixando envolver, mais pelas fantasias das luzes da cidade, pela ambição de um certo comércio, sedento de grandes lucros. Refiro-me ao PAPAI NOEL e ao NATAL.

Desde meus tempos de piá, cruzando a linha divisória que une Santana do Livramento à Rivera (Uruguai) e, anos mais tarde, quando em pesquisa sobre música folclória, visitei o Paraguai, Argentina e Bolívia, verifiquei ainda a diferença das comemorações do Ciclo Natalino desses países com o nosso.

Aliás, da América Latina, é, mais freqüente no Brasil, que apareça a figura, misto de "Lucifer-santo", atemorizando as crianças travessas e faltosas, prometendo-lhes varas de marmelo e, quase ao mesmo tempo, com um saco de brinquedos às costas, estende a mão aos guris comportados, oferecendo-lhes "bondosamente" presentes.

Na maioria dos demais países sul-americanos, não encontramos Papai Noel distribuindo presentes no Natal, como acontece em nosso país.

A verdadeira tradição natalina rio-grandense é aquela em que se comemora o dia do nascimento de Cristo, diante de um presépio, com Menino Jesus na manjedoura, com burrico, vaquinha, ovelha, cânticos, anunciando a chegada dos Reis Magos...

Este é o verdadeiro NATAL GAÚCHO Festa da família. "Dia de Navidad" como denominam os países de língua espanhola na América do Sul.

Qual a razão do renascimento do culto de uma árvore, tão difundido entre os povos mais primitivos? De onde é, este tipo de pinheiro, estranho ao nosso, que se desenvolve em determinadas regiões do Brasil?

Imaginem só! No mais forte do verão, aqui, um Papai Noel vestido com grossas roupas de lã, capuz, todo respingado de neve, descendo, de botas, de uma chaminé ou sentado em um trenó, puxado por gamos...

Velinhas e bolinhas coloridas completam os enfeites das mesas onde são servidas nozes, tâmaras, torrones, chocolates, ameixas secas, passa, etc, alimentos de alto teor calorífico, próprios para o inverno, em pleno clima europeu...

Tudo isso num país tropical como o Brasil!!!

Entretanto, tentemos encontrar, na história universal das festividades natalinas, algumas explicações para o surgimento de certos acontecimentos, hoje vividos em muitos rincões do mundo.

No Rio Grande do Sul

O nosso homem do campo desconhece as comemorações do natal à maneira como hoje são usuais nas cidades, como uma árvore de neve, enfeitada, e de presentes ansiosamente esperados, com um Papai Noel atemorizando os guris travessos ou fazendo elogios ao bom filho. Isto não quer dizer que no campo os homens tenham se esquecido das mensagens cristãs de Natal, a entrada do Ano Novo e o Dia de Reis. Se o dia primeiro de janeiro é festivamente assinalado por um churrasco e "ressacas", não menos vibrantes são os festejos de Natal, com os "Ternos de Reis" - grupos musicais que anunciam, de rancho em rancho, de casa em casa, o nascimento do Salvador.

O objetivo desta visita varia de um terno para outro: alguns visam unicamente louvar a memória de Jesus Menino; outro terno visa propiciar aos cantadores uma doce retribuição ao desgaste de suas cordas vocais, através de fartos comes e bebes que os donos da casa nunca se esquecem de oferecer. Finalmente, há aqueles que, oprimidos pelas necessidades materiais que muitas vezes afligem nossos trabalhadores rurais, saem "pedindo os reis", na certeza de que ao menos no campo ainda não se esqueceram de toda as lições de fraternidade que Cristo legou aos nossos homens de beM.

Concordamos inteiramente coma visão de Paixão Cortes, tem mjita gente inventando e pouco pesquisando.
(Sergio Spier)

Fonte: Blog Leo Ribeiro.

20 de dez de 2010

UNIÃO PELA TRADICÃO - MTG 2011

M.T.G. 2011

Amigo Tradicionalista

CONCEITO DE “MUDANÇAS”-Para quem quer ou não quer entender.

Nem sempre o ato de mudar, significa rasgar a historia ou esquecer o que foi e esta sendo feito, o fato de não conseguirmos efetuar algumas mudanças, quando teoricamente temos o poder para isso, também não significa que não tentamos. Todas as mudanças enfrentam barreiras, interesses pessoais, coragem e medos, fatores que normalmente procuram entravar o ato de mudar.

Quando falamos em mudar para melhorar, estamos nos referindo a práticas e ações que vem sendo habituais no nosso MTG e que não são as melhores para condução do nosso movimento e não é por falta de vontade, coragem e insistências que muitas pessoas vem tentando efetuar estas mudanças, porem esbarram nos outros fatores que rondam o ato de mudar, o medo, as barreiras e os interesses pessoais.

O que queremos e tentamos mudar que não conseguimos nos últimos anos:

- Que o Conselho Diretor tenha acesso as contas da FCG, nem que seja apenas para conhecimento.
- Que o Conselho Diretor tenha acesso para conhecimento prévio dos contratos feitos pela FCG.
- Que funcionários da FCG sejam proibidos de ganhar comissões paralelas dos patrocinadores.
- Que a atuação do MTG e da FCG na Semana Farroupilha de Porto Alegre, seja revista e discutida pelo Conselho Diretor.
- Que a Presidência seja mais atuante nas ações em beneficio das Entidades, e não apenas um convidado de honra para os seus eventos.
- Que as ações e decisões da Presidência, sejam repartidas e comunicadas ao Conselho Diretor e Diretoria.
- Que o MTG não gaste o que não tem para favorecer interesses pessoais ou de outras instituições.
- Que o MTG valorize mais a sua Marca, não se entregando as exigências dos patrocinadores sem uma prévia discussão no Conselho Diretor.
- Que a FCG cumpra com seus objetivos Estatutários em beneficio do MTG.
- Que não se ouçam apenas poucas vozes na condução do MTG e da FCG.
- Que assuntos relevantes não sejam colocados de forma direcionada ao Conselho Diretor, para que este aprove sem ter o conhecimento que deveria.
- Que seja revisto o pagamento de 1,50 por cartão para a CBTG, questão aprovada pelo CD por falta de conhecimento do prejuízo que esta ação daria para FCG.
- Que os nossos eventos (todos) sejam realmente custeados pelos patrocinadores e não pelas Prefeituras que cediam os mesmos, ficando estes patrocínios para custearem outras despesas, muitas vezes desnecessárias.

Para comprovar isso, basta perguntarem aos promotores das inter-regionais, dos últimos Congressos, das Convenções, Cirandas, Entreveros e aniversários, quem pagou a conta? Quanto entrou dos patrocinadores do MTG e FCG?

Poderíamos listar aqui mais um numero grande de mudanças que são necessárias a muito tempo, e podem ter certeza que todas estas mudanças vem sendo insistentemente tentadas ao longo dos últimos anos, porem como já foi dito, ESBARRAM, nos interesses dos que preferem que continue tudo da mesma forma. Também alguém haverá de dizer, que não conhecemos a Fundação, realmente ninguém conhece, a não ser o Presidente que é comum as duas instituições, sendo assim, nos damos ao direito de tirar conclusões baseadas no pouco que nos é repassado e no que enxergamos no dia a dia.

Daí, perguntam...Se não concordavam, porque continuaram nos cargos?
Daí respondemos... Para justamente continuar tentando as mudanças, porque somos tradicionalistas conscientes e entendemos que não é abandonando o barco que vamos resolver os problemas, mas sim permanecendo nele, nem que seja apenas para atrapalhar um pouco aqueles que só visam seus interesses pessoais e que fazem de tudo para que ele afunde caso não navegue na direção que eles querem.

Por isso companheiros, o ATO DE MUDAR, nem sempre é conceituado por rasgar a historia ou fazer promessas politiqueiras, mas sim lutar para que as coisas melhorem não só para alguns, mas para todos os tradicionalistas e principalmente para a juventude que vai nos suceder.

FLÁVIO BELMONTE R. DA SILVA -15.ª RT - Presidente
JOÃO JOSÉ NEY - 30.ª RT - Vice- Financeiro
MARÍLIA DORNELLES - 8.ª RT - Vice - Cultura
JOSÉ MARIA DE VARGAS - 1.ª RT - Vice- Administrativo
PAULO ERNANI KLAFKE -14.ª RT - Vice- Eventos

1 de dez de 2010

INSTITUIDO O DIA DO TROPEIRISMO

A Assembleia Legislativa aprovou na sessão de 30/11/2010, o PL 222/2010, de autoria do deputado Francisco Appio, que institui o Dia Estadual do Tropeirismo, sendo comemorado no dia 20 de abril.

De acordo com o parlamentar, a data serve para resgatar a importância dos tropeiros no desenvolvimento do Rio Grande do Sul, em seus primórdios e incentivar o estudo, pesquisa e divulgação do momento de nossa história.

Na Justificativa do PL 222/2010, o parlamentar lembra o trabalho de Paixão Côrtes, na pesquisa do Tropeirisimo Biriva (veja a publicação em www.appio.com.br) e os seminários realizados pela Professora Lucila Sgarbi, na cidade de Bom Jesus.

O projeto, aprovado por 46 a 0, vai agora ao Palácio Piratini onde a Governadora Yeda Crusius deverá sancioná-lo e publicá-lo até o dia 20 de dezembro.

Appio destacou o trabalho e empenho do Relator na CCJ - Comissão de Constituição e Justiça, deputado Ciro Simoni, que com Parecer Favorável, agilizou a aprovação da proposta.

JUSTIFICATIVA - A instituição do DIA ESTADUAL DO TROPEIRISMO, na data de 20 de abril de cada ano, no Calendário Oficial do Estado, resgata a importância dos tropeiros no desenvolvimento do Rio Grande do Sul, em seus primórdios e incentiva o estudo, pesquisa e divulgação do extraordinário momento de nossa história.

Responsáveis pelo comércio e transporte de mercadorias, quando não havia estradas, trens e aviões, os tropeiros marcaram a história dos gaúchos, com a marca do heroísmo, coragem, desbravamento e desenvolvimento.

Foram eles, os tropeiros, os responsáveis pela demarcação da maioria das estradas e rotas do Estado, bem como a definição de municípios, cidades e pousadas. Na cultura, tiveram um papel primordial, na introdução de usos e costumes, na música, dança, gastronomia e comportamento.

Os historiadores e pesquisadores Paixão Côrtes, Lucila Sgarbi dos Santos e Luiz Antonio Alves, entre outros, dedicam-se a resgatar, promover, divulgar e preservar a cultura do TROPEIRISMO, em seus seminários, livros, palestras e conferências.

O mais importante dos eventos, realizado anualmente em abril na cidade de Bom Jesus, destaca com profissionalismo e seriedade a história dos velhos tropeiros e sua importância regional.

Dedicar o 20 DE ABRIL - DIA ESTADUAL DO TROPEIRISMO – aos verdadeiros descobridores de boa parte do Estado é fazer justiça e oportunizar o bom debate do papel dos tropeiros na história rio-grandense.

Sala de Sessões - Deputado Francisco Appio

fonte? blog Leo Ribeiro

CAMPEIROS, 50 DE TRADICIONALISMO

O CINQUENTENÁRIO DO PIONEIRO I

Bueno! Uma vasta programação tradicionalista está programada para os festejos dos 50 anos do pioneiro da cidade – o CTG Campeiros do Sul, onde destacamos desde já o 8º Rodeio Artístico e Cultural, que será realizado dias 10, 11 e 12 de dezembro. Eis a programação:
Dia 10 de dezembro – sexta-feira:
20h30min - Solenidade de Abertura;
2h15min - missa Crioula;
22h - tertúlia livre
Dia 11 de dezembro – sábado:
8h30min – Declamação;
9h - Bocha campeira mista e bocha sul americana feminina;
9h - Mais prendada prenda;
10h - Chula e Tava;
13h – Tetarfe;
14h – Causo;
15h - Gaita ponto e piano;
16h - intérprete vocal e escova;
18h30min - dança de par (por categoria, mirim, juvenil adulta e xiru);
19h30min - dança de fandango;
20h30min - resultado mais prendada.
Dia 12 de dezembro – domingo:
8h30min - danças tradicionais Mirim e Xiru;
8h30min – Truco;
9h - Bocha sul-americana masculino;
13h – chula;
13h - danças tradicionais - Juvenil e Adulta;
21h - Provável entrega dos resultados
Informações com o patrão Natálio pelos fones 051.3483.6510 ou 051.9107.5113. O CTG fica na Av. Maringá, 720.

O CINQUENTENÁRIO DO PIONEIRO II

Bueno! Nos dias 13 a 17, a partir das 20h30min, teremos palestras sobre a nossa cultura, esporte, lida campeira, meio ambiente, poesia, dança, canto e outras, sermpre a cargo das entidades tradicionalistas co-irmãs da nossa cidade; no dia 18:
às 20h30min – grande jantar de aniversário;
às 21h30min – formatura do curso de danças de fandango;
às 22h - homenagem aos ex-patrões e convidados de honra;
às 23h inicia o grande baile com Régis Marques e Grupo Rodeio e no dia 19 de dezembro, às 17h será inaugurado o chimarródromo, sendo o primeiro em um CTG em Alvorada. É o pioneiro sendo pioneiro novamente!
Salientamos que o rodeio e o baile de aniversário integram o calendário oficial de eventos elaborado pela subcoordenadoria, junto com as entidades tradicionalistas no início deste ano.

Fonte: Blog do CTG Amaranto Pereira

ALVORADA PERDE DJALMA NEVES


Bueno! A notícia caiu como uma bomba ontem à noite no município de Alvorada, pois faleceu, depois de mais de trinta dias de hospitalização o atual Secretário Municipal de Obras e Viação (SMOV).

Antes de tudo, Djalma era um tradicionalista e frequentava os galpões dos CTGs da nossa cidade e foi na gestão do prefeito José A. Apolo do Amaral, tendo Djalma como vice-prefeito, junto com as nossas lideranças tradicionalistas da época, que o nosso CTG criou vida, conforme consta no livro Raízes de Alvorda:


A Conquista da “Terra”
O CTG Amaranto Pereira foi comandado por Alfredo de Melo Sussel, um gaúcho-catarinense de Caibi, sendo patrão na primeira e segunda patronagens (sócio fundador de ficha nº 1). Nestas duas gestões foi conquistada a área de terras junto ao poder público municipal, conforme diz o Decreto Lei nº 1584/96, onde foi prefeito na época o Sr. José Arno Apollo do Amaral. A expedição do decreto de comodato da área do CTG aconteceu no dia 8 de julho de 1996, pelo Sr. Luiz Carlos Telles Lopes, Secretário Municipal de Administração, sendo a área escolhida pelo então Vice-prefeito, Sr. Djalma Nogues Neves, que posteriormente foi escolhido como patrono da entidade. Os registros de toda a documentação do CTG, perante o poder público municipal e junto ao cartório foi feita pelo Sr. Paulo Ramos, que na época era Secretário Municipal da Habitação.


De acordo com a Coordenadoria de Comunicação Social da Prefeitura, o velório está acontecendo na Câmara Municipal de Vereadores e o enterro será realizado à tarde em Viamão.

Fonte do retrato! Sítio da Prefeitura Municipal de Alvorada - RS - http://www.alvorada.rs.gov.br/

fonte: blog do CTG Amaranto Pereira

25 de nov de 2010

BELMONTE x BERTOLINI para Presidencia do MTG

FÁBIO MATTOS DESISTE DE CANDIDATURA

Desde o início do ano iniciamos uma grande mobilização para que o MTG tivesse uma administração diferenciada. Fizemos reuniões, visitamos Regiões Tradicionalistas e participamos de um enorme número de Encontros Regionais, sempre com o intuito de ouvir os tradicionalistas, de saber qual a vontade das bases do tradicionalismo e principalmente preocupados com uma aproximação entre o MTG, enquanto instituição e seu motivo de existir, que são as entidades.

Nesse período lançamos candidatura à presidência da instituição, convidamos companheiros para fazerem parte desse projeto e angariamos um grandes número adeptos, sempre utilizando a arma do diálogo e respeitando as pessoas que possuem idéia diversa, mas principalmente sem ter atacado nenhum companheiro.

A partir de março a atual situação do MTG (não confundir com Diretoria) lançou seu candidato, que relega o rótulo de situação, mas representa todo o pensamento que comanda e decide no MTG há uma década. Em todos os lugares em que estivemos sempre comunicamos que haviam duas propostas em disputa, a nossa e a representada por outro companheiro, que é pessoa correta, honesta e de experiência, mas tem visão diferente da nossa acerca do MTG. Jamais praticamos ataques pessoais.

Em setembro surgiu outra candidatura, também de oposição, embora composta por pessoas que ocupavam a até pouco tempo atrás e ocupam cargos de destaque dentro da atual Direção, mas que se sentem desconfortáveis com o poder atual de "uma pessoa só determinar os rumos do MTG".

Sempre deixamos bem claro que nossa candidatura não era baseada em personalismos e que defendíamos um projeto de gestão. Não éramos candidato à presidência por ambição pessoal, mas designação de uma grande grupo de tradicionalistas que assim desejava.

Com o surgimento da outra chapa de oposição, o mesmo campo eleitoral acabou sendo ocupado por ambas, embora claramente majoritário, ou seja, a busca de votos dos que estão descontentes com a atual política praticada dentro do MTG, acabou sendo disputada por nossa chapa e pela chapa "União pela Tradição".

Fora essa situação, começamos a ter dificuldades por termos um enorme compromisso com a liberdade e fazer parte essencial de nosso comportamento o respeito à opinião e à livre escolha de toda e qualquer pessoa. Jamais pressionamos ninguém para aderir ao nosso projeto, o que não acontecia de modo geral, havendo uma pressão muito grande sobre tradicionalistas de todo o Estado para impedir a "mudança" necessária.

Em conversa com o conselheiro Flávio Belmonte, verificamos que existiam muitos pontos de convergência e alguns pontos de divergência nas propostas de ambas as chapas de oposição. Iniciamos uma aproximação e entretemos algumas reuniões que dirimiram os pontos de divergência, o que tornou as propostas idênticas e com isso uma das chapas deveria ceder lugar à outra.

Durante o dia de sábado, no ENART, mantivemos reuniões permanentes, até que vários integrantes de nossa chapa passaram a integrar a chapa "União pela Tradição", formando, assim, apenas uma chapa para o Conselho Diretor. Restava discutir cargos na Diretoria. Como sempre afirmamos, nossa conduta jamais foi personalista e, assim, com a colaboração e desprendimento de companheiros que iriam concorrer à Diretoria juntamente conosco, optamos por nós sairmos da disputa, abrindo caminho para a UNIÃO e a junção de esforços para atingir um objetivo em comum, que é o de mudar a forma administrativa existente no MTG, especialmente o respeito à democracia, a reaproximação com as entidades filiadas, buscando seu fortalecimento e a disseminação da filosofia tradicionalista por toda a base de filiados.

Queremos por este meio, agradecer à imensa quantidade de pessoas que nos receberam por todos os rincões deste Rio Grande, agradecer a grande quantidade de apoios que recebemos e de incentivos na luta pela "mudança" e dizer que a batalha continua, e se faz necessário estar em Nova Petrópolis para votar e eleger a chapa "União pela Tradição", que representa - agora unida com a Mudança - todo o projeto de alteração que se faz necessário no MTG.

Solicitamos que todos aqueles que simpatizaram com nossa mensagem durante todo esse tempo de campanha, que sigam com o mesmo afinco e com a mesma garra, agora buscando a eleição de quem defende o mesmo projeto: a chapa "União pela Tradição".

Ao final agradecemos, mais uma vez todo o carinho, apoio, incentivo e pedimos que a luta continue para que, JUNTOS, possamos atingir os objetivos comuns e "mudar" o MTG a partir de janeiro de 2011, agora sob a liderança do estimado companheiro tradicionalista Flávio Belmonte Rodrigues da Silva!

Fábio Braga Mattos - Conselheiro do MTG

24 de nov de 2010

3o. CONTADOR DE CAUSO DO ESTADO É DE ALVORADA



Gessé é Personalidade Estadual!

Gessé! Terceiro maior contador de causos do Rio Grande do Sul em 2010!

Bueno! Gessé Santos Rodrigues é um integrante da invernada adulta do CTG Amaranto Pereira. E como tal, também se aperfeiçoou numa modalidade individual da nossa cultura e tradição: o causo. Começou a contar causos em rodeios de menor expressão nas imediações. Pegou gosto pela modalidade, encarou a fase regional, seguindo para a fase inter-regional, realizada em Três Coroas, onde se classificou para a grande final do maior evento de arte e tradição amador da América Latina. Lá, no sábado, classificou-se na repescagem. No domingo, foi bem em todos os quesitos analisados pelos jurados, e trouxe para Alvorada o troféu de terceiro lugar.
Segundo o sítio do Enart – www.enart.org, esta modalidade levou pra Santa Cruz do Sul 24 contadores de causos dos quatro cantos do Rio Grande, um verdadeiro vestibular e o Gessé é agora o terceiro maior contador de causos do nosso Estado. Ainda participaram desta modalidade, Antônio Pardelinhas, também do CTG Amaranto Pereira e Rafael S. da Silva, do CTG Tradição.

Fonte: Blog CTG Amaranto Pereira

22 de nov de 2010

CONTEMPLADOS ENART 2010 DA PRIMEIRA REGIÃO

Modalidade: DANÇAS TRADICIONAIS – FORÇA A

2º - CTG RANCHO DA SAUDADE - CACHOEIRINHA

Modalidade: DANÇAS TRADICIONAIS – FORÇA B

1º - CTG CAMINHOS DO PAMPA - PORTO ALEGRE
3º - CTG RODA DE CARRETA - CACHOEIRINHA
5º - CTG PORTEIRA DA TRADIÇÃO - ELDORADO DO SUL

Modalidade: GAITA DE BOCA

3º - JOÃO CARLOS DA SILVA SPINDOLA - CTG HERDEIROS DA TRADIÇÃO - PORTO ALEGRE

Modalidade: BANDONEON

2º - ORLANDO GASPAROTTO - CTG HERDEIROS DA TRADIÇÃO - PORTO ALEGRE

Modalidade: VIOLA

3º - SERGIO BINA DE SOUZA - DTG MARCA GAÚCHA - PORTO ALEGRE

Modalidade: INTÉRPRETE SOLISTA VOCAL MASCULINO

3º - ROBSON DA SILVEIRA - DTG LENÇO COLORADO - PORTO ALEGRE

Modalidade: CAUSO

2º - RICARDO G. SALABERRY - DTG ALDEIA DOS FARRAPOS - VIAMÃO
3º - JESSE SANTOS RODRIGUES - CTG AMARANTO PEREIRA - ALVORADA

Modalidade: DANÇA GAÚCHA DE SALÃO

3º - DIEGO DA SILVA e THAMIRES KRUGER ALVES - CTG DARCI FAGUNDES - GUAIBA

Modalidade: CONTO

3º - CESAR JOSÉ TOMAZZINI - CTG CHIMANGOS - PORTO ALEGRE

Modalidade: MELHOR ENTRADA

1º - CTG RANCHO DA SAUDADE - CACHOEIRINHA
3º - CTG ALDEIA DOS ANJOS - GRAVATAI

Modalidade: MELHOR SAÍDA

1º - CTG RANCHO DA SAUDADE - CACHOEIRINHA

Modalidade: GRUPO DE DANÇAS MAIS POPULAR

CTG RANCHO DA SAUDADE - CACHOEIRINHA

Parabéns aos nossos correligionários que participaram do evento, bem como, os contemplados.

Abraços...

GANHADORES ENART 2010

Segue abaixo, relação completa dos ganhadores do Enart 2010:

Modalidade: DANÇAS TRADICIONAIS – FORÇA A

1º - DTG CLUBE JUVENTUDE (ALEGRETE -4ª)
2º - CTG RANCHO DA SAUDADE (CACHOEIRINHA - 1ª)
3º - CTG LANCEIROS DE SANTA CRUZ (SANTA CRUZ DO SUL - 5ª)
4º - CTG LALAU MIRANDA (PASSO FUNDO - 7ª)
5º - CPF PIÁ DO SUL (SANTA MARIA - 13ª)

Modalidade: DANÇAS TRADICIONAIS – FORÇA B

1º - CTG CAMINHOS DO PAMPA (PORTO ALEGRE - 1ª)
2º - DTG LEÃO DA SERRA (SÃO LEOPOLDO - 12ª)
3º - CTG RODA DE CARRETA (CACHOEIRINHA - 1ª)
4º - SOCIEDADE GAÚCHA LOMBA GRANDE (NOVO HAMBURGO - 30ª)
5º - CTG PORTEIRA DA TRADIÇÃO (ELDORADO DO SUL - 1ª)

Modalidade: CHULA

1º - HENRIQUE ROESE FRAGA (PL TIMBAÚVA PORTÃO - 15ª)
2º - LUCIANO SCHEER (CTG AVÔ MARAGATO IJUI - 9ª)
3º - SAMUEL DE SOUZA (CTG ESTÂNCIA DO MONTENEGRO MONTENEGRO - 15ª)

Modalidade: GAITA PIANO

1º - EZEQUIEL WAGNER DE TONI (CTG LAÇO VELHO BENTO GONÇALVES - 11ª)
2º - DIEGO BUCHEBUAN (CTG SINUELO CAXIAS DO SUL - 25ª)
3º - GUSTAVO GREGOLIN (CTG HERDEIROS DA TRADIÇÃO CAXIAS DO SUL - 25ª)

Modalidade: GAITA DE BOTÃO ATÉ OITO BAIXOS

1º - GUSTAVO ANTONIO VON MUOLEN (CTG MISSIONEIRO DOS PAMPAS TRÊS PASSOS - 20ª)
2º - EVELISE DE ALMEIDA DORNELES (CTG PATRULHA DO OESTE URUGUAIANA - 4ª)
3º - LUIS GUSTAVO PEREIRA LINCK (DTG JOSÉ ALTIVO DOS SANTOS SANTA CRUZ DO SUL - 5ª)

Modalidade: GAITA DE BOTÃO MAIS DE OITO BAIXOS

1º - TIAGO CAMARGO (CTG SINUELO CAXIAS DO SUL - 25ª)
2º - EVELISE DE ALMEIDA DORNELES (CTG PATRULHA DO OESTE URUGUAIANA - 4ª)
3º - ALAN PORTELA DA SILVA (CTG JÚLIO DE CASTILHOS JÚLIO DE CASTILHOS - 9ª)

Modalidade: GAITA DE BOCA

1º - OSVALDO MACHADO - CTG SENTINELA DA QUERÊNCIA - VACARIA - 8ª
2º - AVENTINO ROSA - DTG GUARDIÕES DO RIO GRANDE - ENCANTADO - 24ª
3º - JOÃO CARLOS DA SILVA SPINDOLA - CTG HERDEIROS DA TRADIÇÃO - PORTO ALEGRE - 1ª

Modalidade: BANDONEON

1º - CARLOS LUIS ULRICH - CTG RINCÃO DAS COXILHAS - TEUTÔNIA - 24ª
2º - ORLANDO GASPAROTTO - CTG HERDEIROS DA TRADIÇÃO - PORTO ALEGRE - 1ª
3º - DÉCIO HAUENSTEIN - CTG BENTO GONÇALVES - LAGEADO - 24ª

Modalidade: VIOLINO OU RABECA

1º - PEDRO LUIS PANISSON KALTBACH LEMOS - CTG GALPÃO AMIGO - NÃO ME TOQUE - 7ª
2º - BERNARDO COUTO VARONE GONÇALVES - AT ESTÂNCIA DO MINUANO - SANTA MARIA - 13ª
3º - LUCIANO DE S. SANTOS - CTG ALDEIA FARROUPILHA - FARROUPILHA - 25ª

Modalidade: VIOLÃO

1º - MAURICIO ALESSANDRO MALAGGI - GAN ANITA GARIBALDI - ENCANTADO - 24ª
2º - JOSEMAR DIAS - DTG NOEL GUARANY - SANTA MARIA - 13ª
3º - ADRIANO MATTOS FREITAS - CTG ESTÂNCIA DE SAPUCAIA - SAPUCAIA DO SUL - 12ª

Modalidade: VIOLA

1º - JEAN SOARES PRUDÊNCIO - CTG TROPEIROS DA AMIZADE - SAPUCAIA DO SUL - 12ª
2º - NATALÍCIO N. CAVALHEIRO FILHO - CTG GALPÃO AMIGO - NÃO ME TOQUE - 7ª
3º - SERGIO BINA DE SOUZA - DTG MARCA GAÚCHA - PORTO ALEGRE - 1ª

Modalidade: CONJUNTO INSTRUMENTAL

1º - NOEL GUARANY - DTG NOEL GUARANY - SANTA MARIA - 13ª
2º - OS TROPEIROS - CTG TROPEIROS DA AMIZADE - SAPUCAIA DO SUL - 12ª
3º - CTG LALAU MIRANDA - CTG LALAU MIRANDA - PASSO FUNDO - 7ª

Modalidade: CONJUNTO VOCAL

1º - ACORDES E CANÇÕES - CTG TROPEIROS DA AMIZADE - SAPUCAIA DO SUL - 12ª
2º - DT QUERÊNCIA DAS DORES - DT QUERÊNCIA DAS DORES - SANTA MARIA - 13ª
3º - CTG LALAU MIRANDA - CTG LALAU MIRANDA - PASSO FUNDO - 7ª

Modalidade: INTÉRPRETE SOLISTA VOCAL MASCULINO

1º - FÁBIO JÚNIOR SOARES DE OLIVEIRA - CTG ALDEIA FARROUPILHA - FARROUPILHA - 25ª
2º - ANDERSON BARROS DE OLIVEIRA - CTG SINUELO - CAXIAS DO SUL - 25ª
3º - ROBSON DA SILVEIRA - DTG LENÇO COLORADO - PORTO ALEGRE - 1ª

Modalidade: INTÉRPRETE SOLISTA VOCAL FEMININO

1º - TATIELE BUENO - CTG SINUELO - CAXIAS DO SUL - 25ª
2º - HÉLEN ALINE MACHADO DORNELES - CTG RINCÃO DA CAROLINA - SANT. DO LIVRAMENTO - 18ª
3º - DEBORAH DE FREITAS ROSA - CTG SENTINELA DA QUERÊNCIA - SANTA MARIA - 13ª

Modalidade: TROVA CAMPEIRA (MI MAIOR)

1º - JOÃO VALMOR B. DA ROCHA - PTG JOÃO MANOEL - SÃO BORJA - 3ª
2º - CELSO DE OLIVEIRA - CTG VELHA CAMBONA - PORTÃO - 15ª
3º - LUIS ONÉRIO PEREIRA - CTG RODEIO DA SAUDADE - CRUZ ALTA - 9ª

Modalidade: TROVA DE MARTELO

1º - JOÃO VALMOR B. DA ROCHA - PTG JOÃO MANOEL - SÃO BORJA - 3ª
2º - BENI NASCIMENTO - CTG FAMILIA NATIVISTA - CAÇAPAVA DO SUL - 18ª
3º - ALAOR MERCHEL - CTG HERDEIROS DA TRADIÇÃO - CAXIAS DO SUL - 25ª

Modalidade: TROVA ESTILO GILDO DE FREITAS

1º - JOÃO VALMOR B. DA ROCHA - PTG JOÃO MANOEL - SÃO BORJA - 3ª
2º - HIDALGO BATISTA RODRIGUES - CTG VOVÔ FLORIAN - CAXIAS DO SUL - 25ª
3º - ALAOR MERCHEL - CTG HERDEIROS DA TRADIÇÃO - CAXIAS DO SUL - 25ª

Modalidade: TROVADOR MAIS POPULAR

JOSÉ JOAQUIM DE JESUS HUGO - CTG CEL. THOMAZ LUIZ OSORIO - PELOTAS - 26ª

Modalidade: DECLAMAÇÃO MASCULINA

1º - VINICIUS NARDI - CTG PAISANOS DA TRADIÇÃO - BENTO GONÇALVES - 11ª
2º - LUCIANO SALERNO - CTG GAUDÉRIO SERRANO - BENTO GONÇALVES - 11ª
3º - ARIEL VAREIRO PEREIRA - CTG HERDEIROS DA TRADIÇÃO - CAXIAS DO SUL - 25ª

Modalidade: DECLAMAÇÃO FEMININA

1º - JÚLIA GRAZIELLA AZAMBUJA DOS SANTOS - CCTG LILA ALVES - PINHEIRO MACHADO - 21ª
2º - EVELAINE ANDRÉIA BARBIAN - CPF TERRA DE UM POVO - VENÂNCIO AIRES - 24ª
3º - KASSIANA OLIVEIRA DA SILVA - GAN IVI MARAÉ - SÃO LEOPOLDO - 12ª

Modalidade: PAJADA

1º - CELSO DE OLIVEIRA - CTG VELHA CAMBONA - PORTÃO - 15ª
2º - JOÃO VALMOR B. DA ROCHA - PTG JOÃO MANOEL - SÃO BORJA - 3ª
3º - ALAOR MERCHEL - CTG HERDEIROS DA TRADIÇÃO - CAXIAS DO SUL - 25ª

Modalidade: CAUSO

1º - CLEINNER DA SILVA TEIXEIRA - CTG TROPEIROS DA QUERÊNCIA ARROIO GRANDE - 21ª
2º - RICARDO G. SALABERRY - DTG ALDEIA DOS FARRAPOS - VIAMÃO - 1ª
3º - JESSE SANTOS RODRIGUES - CTG AMARANTO PEREIRA - ALVORADA - 1ª


Modalidade: DANÇA GAÚCHA DE SALÃO

1º - LUIZ PAULO TERRES AMARAL FILHO e CAROLINE DE CASTILHOS SILVA - 35 CTG - PORTO ALEGRE - 1ª
2º - BRUNO SILVEIRA CASSARIEGO e CRISTINE SINARA HERTZER - DTG PIAZITO DA TRADIÇÃO - VENÂNCIO AIRES - 24ª
3º - DIEGO DA SILVA e THAMIRES KRUGER ALVES - CTG DARCI FAGUNDES - GUAIBA - 1ª

Modalidade: POESIA

1º - LUIS ONÉRIO PEREIRA - CTG RODEIO DA SAUDADE - CRUZ ALTA - 9ª
2º - SIDNEY JESUS MATTOS BRETANHA - CTG TROPEIROS DA QUERENCIA - ARROIO GRANDE - 21ª
3º - EDERSON MOREIRA DOS SANTOS - CTG POUSADA DA SERRA - NOVA PETROPOLIS - 27ª

Modalidade: CONTO

1º - ANDREA BERENICE C. MARTINS - CTG PRESILHA DO PAGO DA VIGIA - SANT. DO LIVRAMENTO - 18ª
2º - NILSE T. GALLERT FELIPIN - CTG PASSO DO IJUI ENTRE-IJUIS - 3ª
3º - CESAR JOSÉ TOMAZZINI - CTG CHIMANGOS - PORTO ALEGRE - 1ª

Modalidade: CONJUNTO MUSICAL DE INVERNADA

1º - CTG RONDA CHARRUA - FARROUPILHA - 25ª
2º - CTG M’BORORÉ - CAMPO BOM - 30ª
3º - DTG CLUBE JUVENTUDE - ALEGETE - 4ª

Modalidade: MELHOR ENTRADA

1º - CTG RANCHO DA SAUDADE - CACHOEIRINHA - 1ª
2º - UNIÃO GAÚCHA J. SIMÕES LOPES NETO PELOTAS - 26ª
3º - CTG ALDEIA DOS ANJOS - GRAVATAI - 1ª

Modalidade: MELHOR SAÍDA

1º - CTG RANCHO DA SAUDADE - CACHOEIRINHA - 1ª
2º - CTG M’BORORÉ - CAMPO BOM - 30ª
3º - CTG RONDA CHARRUA - FARROUPILHA - 25ª

Modalidade: GRUPO DE DANÇAS MAIS POPULAR

CTG RANCHO DA SAUDADE -CACHOEIRINHA - 1ª

Modalidade: MELHOR ACAMPAMENTO

CTG ADAGA VELHA - ROSARIO DO SUL -18ª

Modalidade: 11ª MOSTRA DE ARTE E TRADIÇÃO GAÚCHA – CATEGORIA PEÃO

1º - 18ª REGIÃO TRADICIONALISTA
2º - 15ª REGIÃO TRADICIONALISTA
3º - 7ª REGIÃO TRADICIONALISTA

Modalidade: 11ª MOSTRA DE ARTE E TRADIÇÃO GAÚCHA – CATEGORIA PRENDA

1º - 7ª REGIÃO TRADICIONALISTA
2º - 11ª REGIÃO TRADICIONALISTA
3º - 9ª REGIÃO TRADICIONALISTA

Modalidade: TROFÉU MARCA GRANDE

25ª REGIÃO TRADICIONALISTA

PARABÉNS AOS CONTEMPLADOS

Fonte: Portal MTG

18 de nov de 2010

PARTICIPANTES E ORDEM DE APRESENTAÇÃO NO ENART 2010

Abaixo relação das participações da 1ª RT em Santa Cruz do Sul, desejo a todos uma boa sorte e que venha o troféu Marca Grande novamente para esta Região.

RELAÇÃO DE PARTICIPAÇÃO - SANTA CRUZ DO SUL

ORDEM DE APRESENTAÇÃO - ENART - 2010

Modalidade: DANÇAS TRADICIONAIS – força A

BOCO 1

06. DTG LENÇO COLORADO - PORTO ALEGRE
07. CTG TIARAYU - PORTO ALEGRE

BLOCO 2

04. CTG CHILENA DE PRATA - ALVORADA

BLOCO 3

08. CTG GILDO DE FREITAS - PORTO ALEGRE

BLOCO 4

03. CTG ALDEIA DOS ANJOS - GRAVATAÍ

BLOCO 5

01. CTG VAQUEANOS DA TRADIÇÃO - PORTO ALEGRE
04. CTG RANCHO DA SAUDADE - CACHOEIRINHA

DANÇAS TRADICIONAIS – FORÇA B

03. CTG RODA DE CARRETA - CACHOEIRINHA
14. CTG LAÇO DA QUERÊNCIA - PORTO ALEGRE
27. CTG AMARANTO PEREIRA - ALVORADA
28. CTG PORTEIRA DA TRADIÇÃO - ELDORADO DO SUL
30. CTG BENTO GONÇALVES DA SILVA- ALVORADA
31. CTG CAPÃO DA PORTEIRA - VIAMÃO
41. CTG CAMINHOS DO PAMPA - PORTO ALEGRE
42. CTG POUSADA DA FIGUEIRA - PORTO ALEGRE

CHULA

SORTEIO NO DIA DA APRESENTAÇÃO

ROGER IZIDORO - CTG RANCHO DA SAUDADE - CACHOEIRINHA
PABLO GIOVANI - CTG VAQUEANOS DA TRADIÇÃO - PORTO ALEGRE
ALEXSANDER FERNANDES DOS SANTOS CTG VAQUEANOS DA TRADIÇÃO - PORTO ALEGRE

GAITA PIANO

17. FERNANDO HENRIQUE MACHADO AVILA - CTG ALDEIA DOS ANJOS - GRAVATAI
22. RENAN Z. DA CUNHA LIMA - CTG GLAUCUS SARAIVA - PORTO ALEGRE

GAITA DE BOTÃO MAIS DE 8 BAIXOS

01. NATHAN OLIVEIRA DA SILVA CTG RANCHO DA SAUDADE CACHOEIRINHA

GAITA DE BOCA

02. ELDER ROCHA MEDINA - CTG ALDEIA DOS ANJOS - GRAVATAI
09. JOÃO CARLOS DA SILVA SPINDOLA - CTG HERDEIROS DA TRADIÇÃO - PORTO ALEGRE
14. CARLOS JONES LOURENÇO QUINHONES - CTG RINCÃO DA AMIZADE - GRAVATAI

BANDONEON

01. DIRCEU R. PORSCHE - CTG TIARAYU - PORTO ALEGRE
02. ORLANDO GASPAROTTO - CTG HERDEIROS DA TRADIÇÃO - PORTO ALEGRE

VIOLÃO

08. RODRIGO DA SILVA CARVALHO - CTG LAÇO DA QUERÊNCIA - PORTO ALEGRE
11. MATEUS CORREIA DOS SANTOS - CTG CAPÃO DA PORTEIRA - VIAMÃO
12. DIOGO Z. DA CUNHA LIMA - CTG GLAUCUS SARAIVA - PORTO ALEGRE
13. CRISTIAN B. DOS SANTOS - CTG GILDO DE FREITAS - PORTO ALEGRE
24. JOÃO PAULO V. AQUINO - DTG LENÇO COLORADO - PORTO ALEGRE

VIOLA

02. SERGIO BINA DE SOUZA - DTG MARCA GAÚCHA - PORTO ALEGRE

CONJUNTO INSTRUMENTAL

06. CTG RANCHO DA SAUDADE CTG RANCHO DA SAUDADE - CACHOEIRINHA

INTÉRPRETE SOLISTA VOCAL MASCULINO

27. DAYAN LUIS COSTA - CTG MARAGATOS - PORTO ALEGRE
28. ROBSON DA SILVEIRA - DTG LENÇO COLORADO - PORTO ALEGRE
29. FELIPE SALVADOR - CTG VAQUEANOS DA TRADIÇÃO - PORTO ALEGRE
35. DANIEL PEREZ DAVILA - CTG LANCEIROS DA ZONA SUL - PORTO ALEGRE
38. GUSTAVO CAMPOS - CTG VAQUEANOS DA TRADIÇÃO - PORTO ALEGRE

INTÉRPRETE SOLISTA VOCAL FEMININO

12. DENISE PEREIRA DOS SANTOS - DTG CAIBOATÉ - GUAIBA
20. ANDRESSA DA SILVA FAGUNDES - CTG POUSADA DA FIGUEIRA - PORTO ALEGRE
22. JESSILENA ALANO ETCHEVERRY - 35 CTG - PORTO ALEGRE
29. MONICA ZANELLA - TIARAYU - PORTO ALEGRE
36. ALESSANDRA CANDIDO DE OLIVEIRA - CTG CAUDILHO GUAIBENSE GUAIBA

TROVA CAMPEIRA – MI MAIOR DE GAVETÃO

SORTEIO NO DIA DA APRESENTAÇÃO

MAURICIO SANTOS BUENO CTG CAPÃO DA PORTEIRA - VIAMÃO

TROVA ESTILO GILDO DE FREITAS

MAURICIO SANTOS BUENO CTG CAPÃO DA PORTEIRA - VIAMÃO

DECLAMAÇÃO MASCULINA

05. LUIZ AFONSO OVALHE TORRES - CTG ALDEIA DOS ANJOS - GRAVATAI
19. JAIR DA SILVA SILVEIRA - CTG TIARAYU - PORTO ALEGRE
23. ARTUR DE MEDEIROS MARQUES - DTG MARCA GAÚCHA - PORTO ALEGRE
24. ADRIANO CABRAL DE OLIVEIRA - CTG RANCHO DA SAUDADE - CACHOEIRINHA
32. DIEGO ROBERTO C. SALATTI - CTG PEALO DA ESTÂNCIA - VIAMÃO
37. ATAIR MANUEL TEIXEIRA - CTG CHALEIRA PRETA GRAVATAI

DECLAMAÇÃO FEMININA

10. ROSANA ARAUJO PEREIRA - CTG GILDO DE FREITAS - PORTO ALEGRE
14. PRISCILA MORAIS - CTG DARCI FAGUNDES - GUAIBA
22. LIZIANE H. MACHADO - DTG ALDEIA DOS FARRAPOS - VIAMÃO
35. THAMIRES KRUGER ALVES - CTG DARCI FAGUNDES - GUAIBA
37. ANELISE DE BRITES PACHECO - CTG ALDEIA DOS ANJOS - GRAVATAI

PAJADA

SORTEIO NO DIA DA APRESENTAÇÃO

ELDER ROCHA MEDINA - CTG ALDEIA DOS ANJOS - GRAVATAI

CAUSO

03. ANTONIO L. A. PARDELINHAS - CTG AMARANTO PEREIRA - ALVORADA
06. LUIZ VALDEVINO TAVARES RAMALHO - CTG HERDEIROS DA TRADIÇÃO - PORTO ALEGRE
07. RICARDO G. SALABERRY - DTG ALDEIA DOS FARRAPOS - VIAMÃO
10. RAFAEL SILVA DA SILVA - CTG TRADIÇÃO - ALVORADA
17. JOÃO DE DEUS VIEIRA ALVES - CTG PORTEIRA DA TRADIÇÃO - ELDORADO DO SUL
20. JESSE SANTOS RODRIGUES - CTG AMARANTO PEREIRA - ALVORADA

DANÇA GAÚCHA DE SALÃO

01. LUIZ PAULO TERRES AMARAL FILHO - 35 CTG - PORTO ALEGRE
CAROLINE DE CASTILHOS SILVA - 35 CTG - PORTO ALEGRE
16. LEONARDO SOARES POSSER - DTG CAIBOATÉ - GUAIBA
ADRIELE G.MENEZES - DTG CAIBOATÉ - GUAIBA
18. DIEGO DA SILVA - CTG DARCI FAGUNDES - GUAIBA
THAMIRES KRUGER ALVES - CTG DARCI FAGUNDES - GUAIBA
21. JORGE MAGNUS PEREIRA TEIXEIRA - CTG PEALO DE ESTÂNCIA - VIAMÃO
CRISTIANY H. M. BERNARDES - CTG PEALO DE ESTÂNCIA - VIAMÃO
25. JAIRO BONEBERGER DE SOUZA - CTG CAUDILHO GUAIBENSE - GUAIBA
ANACHELLI MACIEL PRATES - CTG CAUDILHO GUAIBENSE - GUAIBA
33. LEANDRO SILVA DOS SANTOS - CTG RAÍZES DO SUL - PORTO ALEGRE
ANDREI PAIXÃO GAUDERIO - CTG RAÍZES DO SUL - PORTO ALEGRE

12 de nov de 2010

TROFEU ANITA - Mais uma conquista


Será dia 5 de dezembro 2010, no DTG LAÇO DA QUERÊNCIA DO CLUBE DO PROFESSOR GAÚCHO. A ENTREGA DE PROPOSTAS DEVERÁ ACONTECER ATÉ 25 DE NOVEMBRO.

QUANTO AO DESTAQUE TRADICIONALISTA, AS ENTIDADES DEVEM ENTREGAR O RELATÓRIO ATÉ DIA 5 DE DEZEMBRO NO XV CONTREG.

Fonte: blog Chasque de Primeira

ORIGEM DA BANDEIRA RIOGRANDENSE

Navegando no blog do nosso correligionario da tradicao, Leo Ribeiro, vejo uma materia muito interessante sobre o nosso simbolo, A bandeira Sul Riograndense, vai um pouco de historia:

A bandeira do Rio Grande do Sul tem sua origem nos desenhos de rebeldes durante a Guerra dos Farrapos, em 1835, mas sem o brasão de armas até então. Sua autoria é controversa; alguns apontam Bernardo Pires, enquanto outros apontam José Mariano de Mattos.

A bandeira foi oficializada como Bandeira do Estado em 5 de janeiro de 1966, já com o brasão de armas na parte central. Contudo, há uma controvérsia em relação a esta data pois, segundo alguns estudiosos, foi no dia 12 de Novembro de 1836, que o governo Republicano instalado em Piratini, publica o decreto abaixo, criando o "escudo d'armas da República", ou seja, a bandeira:

Ocupando já na grande família das nações o lugar que lhe compete o Estado Rio-Grandense, e convindo que ele tenha um escudo d'armas, o Presidente da República decreta:

O escudo d'armas do Estado Rio-Grandense será de ora em diante de forma de um quadrado dividido pelas três cores, assim dispostas:

* A parte superior junto à haste verde, e formada por um triângulo isósceles, cuja hipotenusa será paralela à diagonal do quadrado;

* O centro escarlate, formado por um hexágono, determinado pela hipotenusa do primeiro triângulo, e a de outro igual e simetricamente disposto, cor de ouro, que formará a parte inferior.

Domingos José de Almeida, ministro e secretário de Estado dos Negócios do Interior, assim o tenha entendido, e faça executar com os despachos necessários.

José Gomes de Vasconcelos Jardim
Domingos José de Almeida

Devido ao fato do decreto acima citar "escudo d'armas", muitos historiadores viram nele a criação do brasão de armas da República e não da bandeira.

Não há um consenso sobre o significado das cores da bandeira riograndense. Algumas fontes alegam que as cores simbolizam o auriverde do Brasil separado pelo vermelho da guerra. Há outras que afirmam ser a bandeira uma combinação do rubroverde da bandeira Portuguesa com o aurivermelho da bandeira espanhola, o que faria todo o sentido em uma região de fronteira entre essas duas potências coloniais; há que se salientar, todavia, que à época da Revolução Farroupilha, as cores nacionais de Portugal eram o alviceleste, símbolo da monarquia, e que só mudaria para o rubroverde mais de meio século depois.

Sabe-se que o lema escrito na bandeira do estado (liberdade, igualdade e humanidade), tanto quanto os símbolos, estão diretamente ligados à Maçonaria, haja vista que a elite gaúcha militar e política à época da Guerra dos Farrapos era, em sua maioria, maçônica.

Colaboração: Hilton Araldi

9 de nov de 2010

ERIVAL BERTOLINI - O candidato

"Bueno gauchada amiga, estive analizando as propostas dos candidatos a Presidência do MTG, pois sou muito criterioso quanto as minhas opções: estou vendo coerência na candidatura de Erival Bertolini. Se os ventos não mudarem esta será a~minha indicação, aos que já estão me perguntando, o que eu estou achando dos candidatos".
( Sergio Spier)


"ELEIÇÕES DO CONSELHO DIRETOR E JUNTA FISCAL
JANEIRO DE 2011 PROPOSTA DA CHAPA “SEMPRE MTG”

Liderados por ERIVAL BERTOLINI, os integrantes da chapa “Sempre MTG” apresenta aos tradicionalistas do Rio Grande do Sul as propostas e os compromissos para a condução do MTG no ano de 2011.

COMPROMISSOS:

1. Manter o que está correto e é aceito pela maioria, sem criar novos eventos ou novas obrigações para as entidades e para os tradicionalistas, buscando a excelência e a qualificação.
2. Alterar tudo aquilo que não está funcionando bem, ouvidas as lideranças do Movimento.
3. Seguir o PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO do MTG, aprovado pelo Conselho Diretor no ano de 2005 a fim de atingir o mais alto patamar possível para o tradicionalismo gaúcho.
4. Ouvir os coordenadores regionais antes de levar qualquer assunto importante, que necessite decisão, para o Conselho Diretor.
5. Cumprir os regulamentos e decisões dos congressos, convenções e conselho Diretor.
6. Oportunizar, sempre, o direito de defesa e manifestação tanto dos tradicionalistas quanto das entidades para a incessante busca da harmonia e da conciliação.
7. Manter as relações do MTG com as instâncias públicas em alto nível, sem qualquer vinculação político/partidária.

PROPOSTAS:

1. Formação imediata de uma comissão para apresentar proposta de simplificação de procedimentos na participação dos tradicionalistas em atividades, especialmente nos quatro eventos competitivos: CIRANDA DE PRENDAS, ENTREVERO DE PEÕES, ENART e FECARS e convocar Convenção para aprovação das propostas.
2. Eliminar repetições e contradições na atual legislação tradicionalista, enxugando a Coletânea.
3. Fortalecer a Fundação Cultural Gaúcha, mantendo permanente controle das atividades econômicas e dos contratos com patrocinadores e implantar o FIAC (Fundo Institucional de Apoio à Cultura).
4. Fortalecer a TV Tradição para que seja um canal importante de comunicação dentro do MTG e uma vitrine para as entidades tradicionalistas.

DIRETORIA:
Presidente: ERIVAL BERTOLINI
Vice-Presidente de Cultura: ODILA PAESE SAVARIS
Vice-Presidente Administrativo: PAULO SOUZA
Vice-Presidente Financeiro: EDSON DEBOM
Vice-Presidente de Eventos: JOSÉ GELSO MIOLA"

Fonte blog: bertolinipresidente.blogspot.com

Abraços.

5 de nov de 2010

CHILENA E AMARANTO - RUMO A SANTA CRUZ DO SUL

As duas invernadas artisiticas (CHILENA DE PRATA - FORÇA A e AMARANTO PEREIRA - FORÇA B) estão promovendo duas grandes festas para arrecadar fundos para suas participações na finalissima em Santa Cruz do Sul agora em Novembro. Pena que o evento é no mesmo dia, pois os dois grupos possuem grande parte do seu público e correligionários em comum. Vamos prestigiar, juntamente com o Invernada do CTG Bento Gonçalves da Silva que já realizou a sua festa de arrecadação no União (festa a fantasia) no mês passado.



Abraços.

26 de out de 2010

ERIVAL BERTOLINI - Candidato a Presidência do MTG

Quem é Erival Bertolini?
Natural de Espumoso/RS, nasceu em 1948 e prestou 29 anos de serviços ao Exercito Brasileiro. Casado, tem tres filhos e uma neta. Cavaleiro de maior grau de condecoração pela Ordem dos Cavaleiros do RS, é um amante do campeirismo gaucho, pelo qual muito se identifica. Membro da patronagem do CTF Os Nativos, Capataz Campeiro da 13ªRT, Coordenador Regional da 13ª por 12 Gestões (1992/1997 e 2003/2010) Conselheiro suplente do MTG em 1998 e Titular em 99/2000.

O Porque da Candidatura de Bertolini

Preocupado com a instabilidade que ronda grandes instituições, e o MTG não fica fora, Erival Bertolini surge com uma proposta de construção de um futuro seguro para o Movimento Tradicionalista Gaúcho. Na reserva do Exercito há 14 anos, com os filhos encaminhados, formados, e com uma companheira de fé ao lado, embuido de amor a terra e às tradições gauchas, quer dedicar o tempo disponível para administrar o MTG.
Não é nem Situação e nem Oposição ao atual colegiado, mas tem uma proposta que se diferencia de radicalismos e que busca a aproximação com a base do tradicionalismo que é o CTG. A proposta é manter o que está certo, não inventar, somente ajustar o que não está sendo bem feito.
Dois são os pontos a serem seguidos:
1 - Manter o que está correto e é aceito pela maioria, sem criar novos eventos ou novas obrigações para as entidades e para os tradicionalista buscando a excelencia e a qualificação;
2 - Alterar tudo aquilo que não está funcionando bem, ouvidas as lideranças do Movimento, simplificando procedimentos e tornando mais simples possivel a participação dos tradicionalistas nas atividades, especialmente nos quatro eventos competitivos que são: Ciranda de Prendas, Entrevero de Peões, ENART e FECARS.

Plano de Trabalho para 2011

O caminho a ser seguido, sem duvida nenhuma, é o PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO MTG, aprovado pelo Conselho Diretor em 2005.
Quatro serão os pilares da campanha e do trabalho a ser realizado em 2011:
1 - Ouvir os coordenadores regionais antes de levar qualquer assunto importante, que necessite de decisão, para o Conselho Diretor;
2 - Cumprir os regulamentos e decisões de congressos, convenções e Conselho Diretor;
3 - Oportunizar sempre,o direito de defesa e manifestação tanto dos tradicionalistas quanto das entidades para a incessante busca da harmonia e da concilhação;
4 - Harmonizar o Movimento ouvindo lideranças tradicionalistas compartilhando ideias para encontrar solução para realizar uma gestão séria e equlibrada;
Ter ao lado grandes nomes do tradicionalismo gaucho para apoio, aconselhamentos e trabalho.

Fonte: Blog do próprio candidato.

"REFLEXIONANDO"

Reedito abaixo, uma contribuição da Prenda Juvenil do CTG Bento Gonçalves da Silva, Stephanie para nossa reflexão:

George Tomas, um pregador Inglês, apareceu um dia em sua pregação carregando uma gaiola e a colocou no púlpito, começou a falar.

- Estava andando pela rua ontem, e vi um menino levando essa gaiola com 3
pequenos passarinhos dentro com frio e com medo.
Eu perguntei:
- Menino o que você vai fazer com esses passarinhos?
Ele respondeu:
- Leva-los para casa tirar as penas e queima-los, vou me divertir com eles.
- Quanto você quer por esses passarinhos menino?
O menino respondeu:
- O senhor não vai quere-los, eles não servem para nada. São feios!
O pregador os comprou por 10 dólares! E os soltou em uma árvore!

Um dia Jesus e Satanás estavam conversando e Jesus perguntou a Satanás o que
ele estava fazendo para as pessoas aqui na terra.

Ele respondeu:
- Estou me divertindo com elas, ensino a fazer bombas e a matar, a usar revolver, a odiar umas a outras, a casar e a divorciar, ensino a abusar de criancinhas, ensino os jovens a usar drogas, a beber e fazer tudo o que não se deve e que os conduzirá a maldição futura! Estou me divertindo muito com eles!
Jesus perguntou:
- E depois o que você vai fazer com eles?
- Vou mata-los e acabar com eles!
Jesus perguntou:
- Quanto você quer por eles?
Satanás respondeu:
- Você não vai querer essas pessoas, elas são traiçoeiras, mentirosas, falsas, egoístas e avarentas, vaidosas, orgulhosas! Elas não vão te amar de verdade, vão bater e cuspir no teu rosto, vão te desprezar e nem vão levar em consideração o que você fizer!
- Quanto você quer por elas Satanás?
- Quero toda a tua lágrima e todo o teu sangue!
- Trato feito!

E Jesus pagou o preço da nossa liberdade!

Como nós podemos nos esquecer de Jesus! Acreditamos em tudo o que nos ensina, mas sempre questionamos as coisas que vem de Deus! Todos querem um dia estar com Deus, e ama-lo! Muitos dizem: Eu acredito em Deus, (Satanás também!), mas não fazem nada por Ele, pensam duas vezes antes de dizerem:

SOU DE CRISTO E AMO A DEUS! Tentam ser invisível, quando se trata de JESUS CRISTO! POR QUÊ?

Falar sobre Jesus Cristo não é um assunto que as pessoas querem ouvir! Somente querem a Jesus quando estão em grandes apuros!

Deus perguntou: A quem enviarei? Envie a mim SENHOR!

Que Deus abençoe abundantemente o teu dia!

25 de out de 2010

"SITE" JUNTANDO RIMAS

É uma boa pedida navegar pelo site JUNTANDO RIMAS do nosso amigo, grande declamador e avaliador desta modalidade erudita, a Declamação, FERNANDO ARAUJO, além de orientações sobre esta modalidade cultural, também estão postados diversos resultados de eventos tradcionalistas realizados durante os anos, para acompanhamentos. vale uma dica que pesquei deste site:
"Às vezes nos rodeios, os jurados sabem menos que o declamador. Então temos que declamar de uma forma que um leigo no assunto entenda, esta é a chave. Não declame pros jurados, declame para o público".
Parabéns Fernando por este belissimo trabalho.

Sérgio Spier

22 de out de 2010

DESTAQUE ACAMPAMENTO E DESFILE FARROUPILHA DE PORTO ALEGRE

ORIGINALIDADE:
Piquete Laços de Sangue - Patrão: Odorico Luiz Peres de Oliveira

TRABALHO COMUNITÁRIO:
Piquete Marca Gaúcha - Patrão: Ademir Morais

CAMPEIRO:
Piquete Marca do 38 - Patrão: Servolo de Lima Abreu

HOMENAGEM ESPECIAL:
Aporreados do 38 -

PREMIAÇÃO DESTAQUES DO ACAMPAMENTO:

PRIMEIRO LUGAR Projetos culturais:
DTG 12 de Outubro / Adesban - Patrão: Celso Guimarães

SEGUNDO LUGAR Projetos Culturais:
Piquete Republica Rio Grandense - Patrão: Luiz Antonio Barroso

TERCEIRO LUGAR Projetos Culturais:
Piquete Grito do Quero Quero - Patrão: Lídio Carvalho

QUARTO LUGAR Projetos Culturais:
Piquete 30 de abril - Patrão: Regis Andrigo Lima

QUINTO LUGAR Projetos Culturais:
Piquete Mena Quevedo - Patrão: Wagner Duarte Franco

Desfile tradicional

1º LUGAR - MELHOR PIQUETE Piquete Cavalo Tostado Abraão Cardoso Borges
2º LUGAR - MELHOR PIQUETE Piquete Bate Casco Ricardo Assenato
3º LUGAR - MELHOR PIQUETE Piquete Querencia Gaucha Vilson Paulo Alves de Alves
4º LUGAR - MELHOR PIQUETE Piquete Chama Nativa do Grupo Hospitalar Conceição Candido Adalberto de Bastos Brasil
5º LUGAR - MELHOR PIQUETE Piquete 38 Heitor
MELHOR VISITANTE Piquete Rancho Manotaço Sérgio Poeta

Primeiro lugar: Invernada 03 Religiosadade :
CTG Laço da Querencia
CTG Estancia da Figueira
Cordenador: Célio da Rosa

Segundo lugar: Invernada 05 Jogos :
CTG Lanceiros da Zona Sul
Cordenador: Vagner Escobar

Terceiro lugar: Invernada 02 Lida Campeira :
CTG Rancho da Saudade
CTG Vaqueanos da Tradição
Cordenador:Ermerson Ribeiro

Quarto Lugar: Invernada 04 Festas / Sarau :
CTG Chaleira Preta
CTG Campo dos Bugres
Cordenador: Willian Paiva Gomes

Quinto Lugar: Invernada 09 Proclamação da República Hino e Bandeira :
35 CTG
CTG Glaucus Saraiva
DTG 12 de Outubro
DTG Tropeiros da Solidariedade - Santa Casa
Cordenador: Lara Lindemeier

Fonte - blog rogerio bastos

19 de out de 2010

FUTEBOL DE BOMBACHA

Novamente achei uma materia muito interessante no grande blog do Leo Ribeiro a serviço da cultura do Rio Grande, que segue abaixo.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

POLÊMICA E DEMOCRACIA NO BLOG

Escrito por Hilton Luiz Araldi, que segue abaixo.

Abrindo o blog do meu amigo Leo Ribeiro, http://blogdoleoribeiro.blogspot.com/
fiquei revoltado com as fotos e o texto do "Futebol de Bombacha"

Discordo que futebol de bombacha passe a fazer parte do domingo ou qualquer outra data e ajude a cultivar nossas raizes.
Discordo que vestir um cachorro de bombacha e bota ajude a divulgar nossa cultura
Discordo por daqui pra lí vai ser normal ver :
- alguem de bombacha desfilando em escola de samba e rebolando e achando normal
- desfilando de bombacha na Parada Gay e achando normal
- um sertanojo cantando uma "dor de corno" de bombacha, e achando normal
- alguem de bombacha em baile kerp ou do chopp "arrodeando" o salão como burro de olaria e achando normal
- ou alguem cantando "Ilarilaie ho ho ho" da xuxa de bombacha, achando que é normal e outros mais.

Certa feita, resolveram fazer aqui em Passo Fundo um Futebol de Bombacha. Serviu para os assitentes irem as raias do riso pelas situações em que os "jogadores" se enliavam nas bombachas e esporas e derrapavam com as botas na grama. Riso é o que não faltou, e não creio que seja esse o motivo de alguem se pilchar e demonstrar seu amor pela tradição.

Fica o assunto para discussão. Vc pode concordar ou discordar enviando sua opinião para "Léo Ribeiro de Souza" , e "Hilton Luiz Araldi" ,

"Tradição é o que recebemos de nossos pais e avós e devemos legar para nossos filhos e netos" e futebol de bombacha não faz parte da cultura e da tradição do gaúcho.

Cultura (do latim cultura, cultivar o solo, cuidar) é um conceito desenvolvido inicialmente pelo antropólogo Edward Burnett Tylor para designar o todo complexo metabiológico criado pelo homem.[1] São práticas e ações sociais que seguem um padrão determinado no espaço. Refere-se a crenças, comportamentos, valores, instituições, regras morais que permeiam e identificam uma sociedade. Explica e dá sentido à cosmologia social; É a identidade própria de um grupo humano em um território e num determinado período.

Vamos repensar o assunto

Atenciosamente

Hilton Luiz Araldi
FONE 54 3045 6411 - 8111 2162

Parabens ao Leo Ribeiro por esta grande divulgação, concordo plenamente com o sr. Hilton Luiz Araldi, pois desde quando jogava-se de bombacha. (refiro-me aos tradicionalistas, não aos simpatizantes) este e mais um modismo que inclusive tem aceitação em outros estados, ainda bem que aqui no sul ainda não colou.(Sergio Spier)

INVERNADAS CREDENCIADAS PARA FINAL DO ENART

"Força A"

CTG ESTÂNCIA GAÚCHA, CTG JOÃO SOBRINHO, CTG GILDO DE FREITAS, GAN IVI MARAÉ, CTG POTREIRO GRANDE, CTG M´BORORÉ, CTG ESTÂNCIA DA SERRA, DTG LENÇO COLORADO, CPF PIÁ DO SUL, CTG TRÍPLICE ALIANÇA, DT QUERÊNCIA DAS DORES, CTG BENTO GONÇALVES, CTG FARROUPILHAS, CTG LAÇADORES ESTEIO DE JAPEJÚ, CTG COXILHA DE RONDA, CTG RODEIO DA QUERÊNCIA, CTG LALAU MIRANDA, CTG CLUBE FARROUPILHA, CTG CAMPO DOS BUGRES, CTG RONDA CHARRUA, GTCN VELHA CARRETA, CTG HERÓIS FARROUPILHAS, DT CONTINENTE DE SÃO PEDRO, CTG HERDEIROS DA TRADIÇÃO, DTG A. A. SOUZA CRUZ, UNIÃO GAÚCHA J. SIMÕES LOPES NETO, CTG NEGRINHO DO PASTOREIO, CTG OS TEATINOS, CTG CARRETEIROS DO SUL, CTG RINCÃO DA ALEGRIA, DTG CANDEEIRO CRIOULO, CTG OS FARRAPOS.

"Força B"

CTG AMARANTO PEREIRA, CTG BENTO GONÇALVES DA SILVA, CTG LAÇO DA QUERÊNCIA, CTG RODA DE CARRETA, CTG PORTEIRA DA TRADIÇÃO, CTG ESTÂNCIA DO COTIPORÃ, CTG CAMINHOS DO PAMPA, CTG TIARACY, CTG 20 DE SETEMBRO, PTG JOÃO MANOEL, CAAMI FOLCLORE E ARTE NATIVA, DTG NOEL GUARANY, 35 CTG, CTG GALPÃO DE ESTÂNCIA, CTF OS NATIVOS, DTCE ALMA GAÚCHA, CTG GASPAR SILVEIRA MARTINS, GAN VAQUEANOS DA CULTURA, CTG RODEIO DA SAUDADE, CTG LAUREANO MEDEIROS, CTG GAUDÉRIO SERRANO, CTG POUSADA DOS TROPEIROS, GF CHÃO BATIDO, CTG LAÇO DA AMIZADE, CTG PORTEIRA DOS PAMPAS, DTG POLIVALENTE, PIQUETE OS LANCEIROS DE MAUÁ, DTG TANGARÁ, CPF TERRA DE UM POVO, CTG POUSADA DOS TROPEIROS, CTG TROPEIROS DA AMIZADE, CTG GAL. ANTONIO DE SOUZA NETTO.

Estao fora as invernadas que passaram direto para a final.

Fonte? Blog Rogerio Bastos

18 de out de 2010

DEU ALVORADA NO ENART DE TRÊS COROAS

Mais uma vez, Alvorada com seu brilhante trabalho artístico obteve os melhores resultados da força B na Classificatória Interregional do Enart em Três Coroas.

Deu:
1º lugar foi a invernada adulta do CTG Amaranto Pereira
2º lugar ficou para o CTG Bento Gonçalves da Silva

Já estamos com a invernada adulta do CTG Chilena de Prata Classificada para Força A na final em Santa Cruz do Sul.

Ano passado Alvorada teve uma das maiores participações da 1ª RT, com 5 (cinco) entidades na fase regional (Tesourinha), 4 (quatro) na fase interregional (Nova Petropolis) e 3 (três) na fase estadual (Santa Cruz do Sul).

Hoje nos consagramos como a subcoordenadoria que mais participações no Enart teve, além de ter realizado os maiores concursos integrados do estado.

PARABÉNS AOS CTGS DE ALVORADA, ISTO REFLETE O TRABALHO REALIZADO COM SERIEDADE.

Sérgio Spier - diretor artistico e cultural de Alvorada.

15 de out de 2010

CHAPÉU PANÇA DE BURRO - SEMPRE EXISTIU

Navegando do grande blog cultural do amigo Leo Ribeiro, encontrei uma informação preciosissima sobre este tipo de chapéu, contestado por alguns intelectos emergentes do nosso Movimento. Este tipo de chapéu (pança de burro) muito usado nas minhas apresentações artísticas dos anos 70 e 80 enquanto bailarino de invernadas, despertando a curiosidade do público que não o conhecia naquela época. Mas segundo nossas pesquisas, muito utilizado pelos nossos pagos, e "proibida" de ser representada nas apresentações de cunho Rodeisticos e Enartísticos, lamentável embora alguns grupos de danças ainda possuem a pretensão de apresentar-se com ele ainda. Vale a presquisa:

Os portugueses trouxeram dois tipos de chapéu: o de feltro, de copa alta, e o de palha, comumente chamado de "abeiro". O chapéu de feltro era caro, usado normalmente por homens de posse. O de palha (de arroz, de trigo ou de milho) era do homem comum e da gurizada das estâncias. Militares, magistrados e pessoas importantes usavam até a primeira metade do século 19 o chapéu bicórnio estilo napoleônico, conforme descrição dos cronistas do passado e de pinturas de Jean-Baptiste Debret, substituído depois pelo chapéu tricórnio.

Após a guerra do Paraguai, a copa do chapéu de feltro vai se achatar e a aba do chapéu ficará mais larga, tomando as formas que o chapéu campeiro gauchesco ostenta até hoje, invariavelmente preso por um barbicacho que passava por baixo do queixo ou abaixo do lábio inferior. O barbicacho surgiu pela necessidade de fixar o chapéu á cabeça durante o ato de cavalgar, sobretudo nas galopadas. O chapéu do tropeiro sempre foi característico: para não juntar água em caso de chuva, a copa era e ainda é amassada em forma de pirâmide. O gaúcho da fronteira gosta de usar o chapéu de feltro com abas mais ou menos retas, como o chapéu português do campino ribatejano. Já o gaúcho serrano tradicionalmente usava o chapéu desabado na frente e atrás. Depois do advento do cinema e do caubói, o gaúcho serrano passou a levantar as abas do chapéu dos dois lados.

Mas o chapéu mais tipicamente gauchesco, o mais original, era o "chapéu pança de burro", cortado circularmente da barriga de um muar e amoldado, ainda fresco, na cabeça de um palanque. Com o uso, perdia o pêlo e tomava uma cor esbranquiçada, conforme aparece em quadros de Debret (abaixo).

14 de out de 2010

PEPECÃO NO TWITTER

Bem gente, agora estou Twittando:

@ spiersergio

Mais uma rede social a serviço de um tradicionalista.

Abraços....

13 de out de 2010

Nosso Lar: a história pode ter sequência na televisão

O grande sucesso do filme Nosso Lar pode acarretar dois efeitos igualmente importantes para a divulgação da Doutrina Espírita em nosso país. O primeiro seria a filmagem do livro Os Mensageiros, obra que dá continuidade à série, uma ideia revelada pelo próprio Wagner de Assis, diretor do filme e principal responsável por sua produção.

O segundo efeito está sendo divulgado em vários sites da internet nos últimos dias: a ideia de transformar o filme em uma série de TV. Se isso se concretizar, os produtores acreditam que muitas partes do livro, que foram deixadas de lado no filme, poderiam ser abordadas na televisão.

Tudo não passa, por enquanto, de uma mera ideia, mas dizem as mesmas fontes que a Rede Globo já teria manifestado interesse pelo projeto, porque seus dirigentes sabem muito bem, com base no sucesso obtido pela novela “Escrito nas Estrelas” e pela minissérie “Cura”, que a audiência no Brasil é algo garantido quando se aborda com seriedade a temática espírita.

O filme Nosso Lar – lembremos para quem ainda não o viu – relata a história de André Luiz, um médico bem sucedido que, após a morte, acorda no mundo espiritual e lá se depara com um mundo novo no qual lhe é necessário iniciar uma longa jornada de autoconhecimento e transformação, premido pela dor e pela saudade.

Nosso Lar é o nome da cidade espiritual em que, internado inicialmente na condição de enfermo, dará ele início a um projeto de renovação realmente extraordinário, que suscitou no filme um diálogo entre Emmanuel e Clarêncio – diálogo que não faz parte do livro – em que o conhecido instrutor espiritual diz: “Nunca imaginei que o despertar fosse tão intenso”.

Quem assiste ao filme, mesmo sem ter lido o livro, percebe com clareza qual é a mensagem que os fatos ali mostrados revelam, a saber, que a regra básica da vida é que sempre colheremos de conformidade com o que plantamos. Se semearmos o mal, colheremos o mal; se nada semearmos, nada colheremos e, por fim, se semearmos o bem, é o bem que colheremos.

Trata-se de uma mensagem profundamente inserida no pensamento cristão. Afinal, quem ignora o conhecido ensinamento de Jesus de que a semeadura é livre mas a colheita é obrigatória.

A transformação de Nosso Lar em série de TV permitirá sanar um problema que a duração de um filme – cerca de apenas 2 horas – engendrou, uma vez que seria humanamente impossível mostrar em tão pouco tempo a exuberância dos ensinamentos e casos que compõem o livro.

Numa série de TV, em que não existe a mesma limitação, esses ensinamentos e casos poderão vir ao público e contribuirão, com toda a certeza, para o esclarecimento de certas partes do filme que para o neófito pareceram confusas ou singelas demais.

Só para citar um exemplo, o Campo da Música, tratado no cap. 45 do livro, é algo muito mais belo e sofisticado do que o que foi mostrado no filme e, ademais, confere aos desencarnados opções musicais diversificadas, de conformidade com o gosto de cada um.

O nosso desejo pessoal é que ambas as hipóteses se concretizem. Que o filme se torne série de TV e Wagner de Assis ponha na tela grande o livro Os Mensageiros, que tem tudo para repetir o sucesso de Chico Xavier e Nosso Lar.

Fonte: dausacker.wordpress.com

RESULTADO DO FESTIRIM 2010 - DANÇAS

Resultado Festirim 2010

Danças Tradicionais

1-Ctg Aldeia dos Anjos

2-Ctg Patrulha do Rio Grande

3-Ctg Roda de carreta

4-Piquete R.J. Fernandes

5-Ctg Pialo da Saudade

Melhor Entrada

1- Ctg Lanceiros da Zona Sul

2-Ctg Aldeia dos Anjos

3-Ctg Patrulha do Rio Grande

Melhor Saída

1-Ctg Pialo da Saudade

2-Ctg Lanceiros da Zona Sul

3-Ctg Patrulha do Rio Grande

Regalo: Chasque Pampeano

5 de out de 2010

CAVALEIROS DE ALVORADA QUE BUSCARAM A CENTELHA DA CHAMA CRIOULA 2010

Parabens aos cavaleiros que partiram dos recantos abaixo discriminados, chegando a Alvorada num total de mais de 105 cavaleiros, foi um grande evento.

CAVALEIROS QUE PARTIRAM DE ITAQUI COM DESTINO A ALVORADA

- GELSON LUIS DE OLIVEIRA - Bento Goncalves da Silva
- JUAREZ VALIM CARLOS - Bento Goncalves da Silva
- LUCIO GASTALDO CARDOSO - Bento Goncalves da Silva

CAVALEIROS QUE PARTIRAM DE ITAQUI A SANTA MARIA

- VLADIMIR KUSE (Mano) - Depto Campeira de Alvorada
- CARLÃO (apoio)

CAVALEIROS QUE PARTIRAM DA ILHA DE FANFA (TRIUNFO) COM DESTINO A ALVORADA

- ADAIR LUIS CONCEICÃO (Metralha) - Ctg Campeiros do Sul
- ALESSANDRO ALVES LUCIANO - Ctg Campeiros do Sul
- ALEX SANDRO FREITAS LEOPOLDO - Ctg Campeiros do Sul
- ALISSON SPARRENBERGER DE MEDEIROS - Pqt Parceiros da Tradicão
- ALVARO RODRIGUES MARTINS (Gordo) - Ctg Campeiros do Sul
- CARLOS HUMBERTO C. RODRIGUES (Molina) - Ctg Chilena de Prata
- CRISTIANO JORGE PERDOMO - Ctg Campeiros do Sul
- DANIEL RAMOS DA SILVA - Pqt Descanso do Pingo
- ESTEFANI RIBEIRO - Ctg Chilena de Prata
- FERNANDO CARVALHO RODRIGUES - Pqt Cel. Celso Souza Soares
- GENESIO VIEIRA DE MEDEIROS
- LUCAS FERNANDO PEREIRA VE;OSSI - Pqt Descanso do Pingo
- LUCAS NASCIMENTO DE MORAIS - Pqt Parceiros da Tradicão
- LUCIANO ANDRE SCHUCH PINTO - Pqt Cel. Celso Souza Soares
- LUIS HENRIQUE CARDOSO - Pqt Descanso do Pingo
- MARCELO FRANCISCO DA SILVA - Ctg Campeiros do Sul
- MATHEUS MUHLEMBERG - Pqt Parceiros da Tradicão
- MIGUEL JORGE FLORES
- RAFAEL ALVES LUCIANO - Pqt Tropilha Farroupilha
- RENATO SPANIOL - Pqt Parceiros da Tradícão
- ROGERIO PADILHA - Pqt Descanso do Pingo
- SANDRO SOARES LUCIANO - Pqt Tropilha Farroupilha
- SIMONNE RODRIGUES PINTO - Depto Campeira de Alvorada
- JULIO CESAR PORTO (Titica)
- MARNE MARCELO RESEM (Careca)
- SABRINA NUNES DA SILVEIRA
- MANUELA SILVEIRA
- PAULO DA OLARIA

CAVALEIROS QUE PARTIRAM DE ELDORADO DO SUL COM DESTINO A ALVORADA

- ADRIANO BERNANRDES LUIZ - Ctg Bento Goncalves da Silva
- ANA PAULA SOTT - Ctg Bento Goncalves da Silva
- ANDRE BENTO MONTECELLI - Pqt Parceiros da Tradicão
- APARICIO MACHADO - Pqt Parceiros da Tradicão
- ARTHUR TADIOTO MONTICELLI - Pqt Parceiros da Tradicão
- EUCLIDES SOTT - Ctg Bento Goncalves da Silva
- FRANCIELLY CALETTE LUIZ - Ctg Bento Goncalves da Silva
- LEONARDO CALETTE LUIZ - Ctg Bento Goncalves da Silva
- PAULO BAGE - Pqt Descanso do Pingo
- JOSE ADAIR PEREIRA DA SILVA - Pqt Parceiros da Tradicão
- VITOR TADIOTO MONTICELLI - Pqt Parceiros da Tradicão
- YERRO DA SILVA NEVES - Pqt Parceiros da Tradicão
- JOSE AMARAL - Ctg Campeiros do Sul
- ROBERTO DE FRAGA - Pqt Parceiros da Tradicão
- VANIA LUIZ
- ADAO CAMPEIRO
- GENOIR MACIEL - Pqt Parceiros da Tradicão
- PAULO FLACK
- LUIS CARLOS ROCHA NETO - Ctg Bento Goncalves da Silva
- MARCIA SOTT

PAIXÃO CORTES AGORA COM BLOG

Nosso ícone, precursor do tradiconalismo gaúcho, alavanca mais ainda as oportunidades de todos conhecerem com mais profundidade os desafios para a implantação de um dos maiores movimentos organizados através do blog. www.paixaocortes.blogspot.com, vale apena conferir. Muito rico em informações importantes, inclusive para pesquisas.

30 de set de 2010

RESULTADO DAS RONDAS E DESFILE DE ALVORADA

Segue abaixo, segundo a comissão avaliadora, os melhores da Semana Farroupilha de Alvorada 2010:

RONDAS CRIOULAS E ACAMPAMENTO:

1º CPF O TEMPO E O VENTO
2º CTG BENTO GONÇCALVES DA SILVA

DESFILE TEMÁTICO:

1º CPF O TEMPO E O VENTO
2º CTG SENTINELAS DO PAGO
3º CTG BENTO GONÇALVES DA SILVA

DESFILE CAMPEIRO:

1ª PQT PARCEIROS DA TRADIÇÃO
2º PQT DO CTG BENTO GONÇALVES DA SILVA
3º PQT CAMPEIRA DE ALVORADA

RESULTADO DOS JOGOS DA SEMANA FARROUPILHA DE ALVORADA

Segue abaixo o resultado das atividades esportivas realizadas no acampamento farroupilha Socrates de Oliveira Cavalho em Alvorada:

ESCOVA
1º CTG SENTINELAS DO PAGO ( Pit e Jair)
2º CPF O TEMPO E O VENTO ( Yuri e Djair)
3º CTG AMANHECER NA QUERÊNCIA ( Roni e Nereu)

TETARFE
1º CTG CAMPEIROS DO SUL (Jobel)
2º CTG BENTO GONÇALVES DA SILVA ( Moacir)
3º CTG TRADIÇÃO (Julio Bala)

TAVA
1º CTG CHILENA DE PRATA (Matheus)
2º CTG CAMPEIROS DO SUL (Natalio)
3º CTG CAMPEIROS DO SUL (Álvaro)

BOCHA CAMPEIRA
1º CTG BENTO GONÇALVES DA SILVA (Baxo,Maicon e Cristiane)
2º CTG CAMPEIROS DO SUL (Catarian, Jean, Metralha)
3º CTG CAMPEIROS DO SUL ( Paulo, Zé, Gaucho)

TRUCO
1º CPF O TEMPO E O VENTO (Neto, Gerson, Paulo)
2º CTG BENTO GONÇALVES DA SILVA (Arley, Douglas, Baxo)
3º CPF O TEMPO E O VENTO (Yuri, Rodrigo, Jeferson)

Parabéns aos contemplados.

23 de set de 2010

AS CHAMAS CRIOULAS EM ALVORADA

Um pouco da história da Chama Crioula contada pelo nosso correligionário da Tradição Valdemar Engroff:

Até 1997,

As comemorações da Semana Farroupilha em Alvorada eram pacatas. A Chama Crioula era buscada até então na velha Setembrina dos Farrapos (Viamão), na Trincheira dos Farrapos. Naquele ano, ficou decidido que nos anos seguintes, os tradicionalistas de Alvorada iriam homenagear algum lugar histórico do Rio Grande do Sul. Assim, as bandeiras do nosso município, do Estado, do País e das nossas entidades tradicionalistas, seriam desfraldadas nestas cavalgadas. E a história registrou as seguintes cavalgadas:

Busca da Chama em São Sepé em 1998. Calorosa recepção na entrada da nossa cidade!

1998
Foi realizada a primeira grande cavalgada da Chama Crioula, buscada a casco de cavalo na longínqua cidade de São Sepé. A centelha foi retirada no fogo de chão, na Fazenda Boqueirão, que arde há mais de 200 anos, passando de geração em geração, sem se apagar.

1999

Os tradicionalistas locais foram buscar a Chama Crioula em Mostardas, acesa debaixo de um centenária figueira, no mesmo local onde nasceu a heroína de dois mundos – Anita Garibaldi.

2000

Em parceria com os tradicionalistas de Mostardas, graças à amizade plantada no ano anterior, os tradicionalistas de Alvorada foram buscar a primeira Chama Internacional, mais precisamente no Forte San Miguel, no vizinho país amigo, o Uruguai.

2001

Como a 1ª RT teve a honra de sediar o acendimento da Chama Crioula a nível estadual, os tradicionalistas de Alvorada buscaram e trouxeram a casco de Cavalo a Chama Crioula, da antiga Pedras Brancas, atual cidade de Guaíba, que homenageou o herói farroupilha Gomes Jardim.

2002

Graças ao prestígio e a organização do Movimento Tradicionalista local, a Campeira de Alvorada representou a 1ª RT na busca da Chama Crioula em Santa Maria, trazendo-a até o Parque Harmonia, em Porto Alegre e posteriormente para os festejos em nossa cidade.

2003

A Chama Crioula foi buscada a casco de cavalo na cidade de Camaquã, no Forte Zeca Neto. Ela foi acesa a nível estadual no dia 22 de agosto, no Sítio Água Grande, local onde viveu Barbosa Lessa por mais de 15 anos até a sua morte.

2004

A Subcoordenadoria de Alvorada obteve a permissão do Coordenador da 1ª RT e da Presidencia do MTG, para uma empreitada interestadual: a busca da Chama Crioula na história cidade de Laguna na vizinha Santa Catarina. Mas devido a problemas de saude sanitária no lado catarinense, não foi permitida a entrada de eqüinos naquele Estado. Devido a este episódio de utilidade pública, foi concedida a permissão buscar a Chama Crioula na cidade histórica de Piratini, a primeira Capital da República Riograndense.

2005

No ano do 40º aniversário de sua emancipação político-administrativa da nossa cidade, os alvoradenses, participaram do Acendimento da Chama Crioula do Rio Grande do Sul, no município-mãe, a Setembrina dos Farrapos – cidade de Viamão, voltando assim às origens, alguns anos após a primeira grande cavalgada, feita pelos tradicionalistas locais em 1998.

2006

A Chama foi acesa em São Gabriel, na Sanga da Bica, local onde há 250 anos foi trucidado Sepé Tiarajú. Os nossos campeiros, com 13 cavaleiros integraram o Piquete da 1ª RT, nesta cavalgada que trouxe a Chama Crioula para os festejos em Porto Alegre e após para nossa cidade.

2007

São Nicolau, a primeira querência do Rio Grande, local da 1ª Missão Jesuítica Guarani, foi sede do acendimento. E neste ano, mais uma vez, devido à credibilidade conquistada pelo tradicionalismo local a partir de 1997, o piquete que buscou a Chama para a 1ª RT foi a Campeira de Alvorada.

2008

A Chama foi buscada em São Leopoldo, que sediou o acendimento em homenagem aos 184 anos de imigração alemã no RS.

2009

São Lourenço do Sul foi sede do acendimento estadual. O local foi a Fazenda do Sobrado, às margens da Laguna dos Patos. O sobrado construído no final do século XVIII, serviu de quartel general para Bento Gonçalves e seus comandados e serviu de apoio logístico para Garibaldi construir seus navios para atacar Laguna em Santa Catarina.

Texto: Valdemar Engroff
Adaptação: Sergio Spier

DESFILE FARROUPILHA EM ALVORADA

Mais uma vez foi um grande sucesso o Desfile Farroupilha em Alvorada, segue abaixo relato do evento pelo nosso companheiro Valdemar Engroff que estava conosco no palanque, assistindo a tudo:

DESFILE FARROUPILHA

Bueno! O desfile farroupilha, Realizado dia 20, Foi Aberto Pelos Cavaleiros Que Buscar Foram uma Chama Crioula em Itaqui e OS Que Participaram da cavalgada A partir da Ilha da Fanfa. A Chama Foi conduzida Até o palanque Patrão do CTG Pelo Bento Gonçalves da Silva, Sr. Gelson, Integrou Que o piquete Que Trouxe ESTA Centelha de Itaqui. Diretor O da Campeira Vladimir Kuse Pediu permissão AO prefeito municipal Carlos Brum, n º Dar Início AO desfile, com Iniciou que A Banda Marcial da Escola Salgado Filho, seguido pelo Pelotão de Operações Especiais (POE) do 24 BPM º e Pela Banda Marcial da Escola Salvador Cristo Jesus.

A Brigada Militar apresentou OS SEUS Projetos: Proerd e PM Mirim, Compostos Por Crianças carentes da comunidade, seguido pelo DTG Aconchego da Tradição, da Escola Érico Veríssimo EO Grupo de Danças folclóricas Unidos Pela Tradição, da Escola Guerreiro Lima, de Viamão.

Dentro desfilaram como entidades tradicionalistas Locais do tema PROPOSTO Pelo MTG: "Farroupilhas - ideais", cidadania, revolução E foi Aberto Pelo CTG Campeiros do Sul, seguido Pelos CTGs Chilena de Prata, Sentinelas do Pago, Amanhecer nd Querência, CPF O Tempo eo Vento , CTGs de Bento Gonçalves da Silva, Amaranto Pereira, Tradição e DTG Raça Gaúcha.

DESFILE DA Cavalaria

Bueno! A seguir, comecou o desfile das entidades Cujo "tema cen-tral" É o cavalo, Sendo Aberto Pelo PTG Parceiros da Tradição, seguido pelo PTG Descanso do Pingo, CTN Estância do cacau, PTG Guardiões da Querência (24 BPM), PTG Joaquim Nunes Pereira, DTG Marca Gaúcha de Porto Alegre. Também Participaram como campeiras dos CTGs Campeiros Sentinelas do Sul, Amaranto Pereira, do Pago e Bento Gonçalves. Encerrou o desfile o Departamento Campeiro de Alvorada, com uma Participação do Diretor Campeiro Vladimir Kuse e prefeito Brum Car-los.

EXTINÇÃO DA CHAMA Crioula

Bueno! Às 18h30min Iniciou uma gravacao do Programa de TV do Volmir Martins, com Destaque Para os artistas Locais. E lá Pelas 22h, a emoção Tomou Conta dos tradicionalistas nd com praça central, A extinção da Chama Crioula, Onde A Ordem EO Espírito Farrapos em predomina-ram CADA gaúcho Nesta Semana Farroupilha. E a expectativa Começa agora: Onde Será buscada uma Chama em 2011?

FANDANGO Farroupilha OFICIAL

Bueno! E o Farroupilha fandango oficial Será nenhuma Galpão do CTG Chilena de Prata, no dia 25 de setembro e Será animado Pelo Grupo Tranco Monarca. O valor do ingresso Será de R $ 5,00 Por Pessoa. IMPORTANTE: a pilcha Obrigatória Será e Completa, inclusive com OS blazer peões para. Informações com o subcoordenador Giovani Pelo fone 9149.1977 OU com o Sérgio Spier Pelo fone 9307,3767.

FEIRA DO LIVRO NA ESCOLA BETINHO

Bueno! A Escola Municipal Betinho realizará dia 24 de Setembro, a Feira do Livro SUA, Cujo tema e Com. Mateando "a literatura" Sendo Patrono Paixão Côrtes - Líder do Grupo dos Oito, hum dos Responsáveis Pelo Surgimento do Movimento tradicionalista em 1947. A Inicia feira Às 9h, Encerrando Às 17h30. Mas Devido a compromissos Referentes à Feira do Livro em Porto Alegre, Onde Paixão Será o patrono, SUA inviabilizada Ficou Presença. Oportunamente Será agendada Outra dados, Quando Ele se fara PRESENTE NA escola.

Diversos Locais CTGs se apresentarão com danças, declamação, chula, Acordeom, violão, etc, Além do Leandro Berleze do Grupo Beira D'Estrada. FICA A Escola na Rua Herbert J. de Souza, 62, Jardim não Al-garve (próximo CTG Amaranto Pereira não). Contatos com o Diretor Luiz Cesar Pelo fone 9166.2663 luis_cesarm@hotmail.com eletrônico Pelo OU Chasque.

21 º FESTIVAL DA ALVORADA Trova

Bueno! O CTG Bento Gonçalves da Silva realizará Neste domingo (26), a 21 ª Alvorada da Trova Gaúcha. O Evento iniciará COM UM baita café campeiro 8h como. Participarão trovadores de todo o Rio Grande NAS Modalidades Campeira, Martelo, Estilo Gildo de Freitas e Tordilhos. Nas Primeiras Três, Prêmios (Troféu e Dinheiro) até o quarto Lugar. Na de Tordilhos, comeu o Terceiro Lugar. E Troféu e Dinheiro pro Campeão dos Campeões. Informações com o trovador João Dinarte fone 051.9706.9868 OU COM Pelo o Patrão Gelson fone Pelo 051.9962.6266. O CTG FICA NA Rua Viamão, 1249.

Valdemar Engroff

Obrigado Valdemar pela divulgação.

14 de set de 2010

Jairo Correa não faz mais parte da Cordenadoria da 1ª RT

"Chasque do Coordenador
Informo que a partir desta data o Senhor Jairo Correa não é mais o diretor de Esportes da Região assim como Sra. Jane não é mais a Coordenadora de avaliadores.

No momento em que agradecemos a prestigiosa ajuda prestada à Região até o momento, onde o nosso companheiro e esposa estiveram frente do departamento de Esportes e Coordenação de Avaliadores e que pelo qual fizeram um bom trabalho, isto deve ser reconhecido pela Região e agradecemos imensamente."

8 de set de 2010

INTERREGIONAL SERÁ EM TRÊS COROAS

LOCAL DA 4ª INTER-REGIONAL

Conforme vínhamos anunciando aos patrões, a dificuldade de manter a 4ª Interregional na nossa Região por razões administrativas, em reunião com o Presidente do MTG e conforme acordado com o Coordenador da 22ª Região, ficou decidido que a 4ª Inter-regional passa a ser em Três Coroas, a 90 km de Porto Alegre.

Uma decisão que lamentamos e que foi difícil de ser tomada, pois era um anseio da 1ª Região. Porém não podemos "dar um passo maior que a perna", além disso, teríamos que ter garantia antecipada de recurso para montar uma infra-estrutura que o evento exige, e isto não conseguimos.

Se demoramos para confirmar foi porque ainda tentamos até o último minuto uma saída que não causasse transtorno para as entidades.

Contamos com a compreensão dos patrões.

--
Cesar J Tomazzini Liscano
Coordenador da 1a. RT
51 84233508

2 de set de 2010

REGULAMENTO PARA A SEMANA FARROUPILHA DE ALVORADA

O Acampamento Farroupilha do Município de Alvorada é uma realização da Prefeitura Municipal de Alvorada através das suas Secretarias específicas, juntamente com a 1ª RT, através da sua Subcoordenadoria de Alvorada.

1º art. - Quanto ao acampamento:

a – O acampamento será específico para atividades de cunho cultural voltado aos aspectos do tradicionalismo gaúcho conforme normas regulamentares definidos pelo MTG e IGTF (entidades outorgadas pelo Governo Estadual para administração e gerenciamento dos Festejos Farroupilhas no Estado do Rio Grande do Sul).
b – Para necessária organização do acampamento e imprescindível a compreensão do regulamento normativo para este fim, de todos os participantes, a exceção dos visitantes não vinculados a este feito.
c – Haverá a permissão para a instalação de dois modelos de galpões na área do acampamento – Galpões tradicionalistas com metragem máxima de 12 m² fornecido pelo município – Galpões rústicos institucionais com metragem máxima de 16m².
d – A sonorização devera ser interna nos galpões e de modo acústico, com o objetivo de não perturbar a forma normal do bom convívio entre os ocupantes dos demais galpões.
e – De acordo com a lei municipal vigente e proibida a comercialização de bebidas alcoólicas na área do acampamento.
f – Devem os participantes amparados por este regulamento primar pela decoração temática dos seus galpões cedidos.
g – Somente estacionar os veículos em área especificada pelos agentes públicos para este fim, exceto para carga e descarga ou após as 23 hrs.
h – É proibido a instalação de galpões em forma de barracas, coberturas ou divisórias plásticas, multicor, tapumes ou outro material desconexo com o conceito cultural proposto.
i – Será disponibilizado água e luz, preferencialmente ao acampamento tradicionalista.
j – A segurança será de responsabilidade do município e Brigada Militar.
l – Demais galpões deverão ter em seus interiores instalados Extintores de Incêndio apropriado aos inflamáveis.

2º art. – Quanto ao Desfile:

A – O desfile será dividido em três blocos distintos:

a – Instituições civis e militares (são as secretarias, autarquias ou departamentos de governo, escolas, entidades assistenciais, sociais, comunitárias, publicas ou privadas, Corporações policiais e militares, da justiça e segurança publica).
b – Instituições tradicionalistas (Compreendem todos os CTGs, DTGs, CPFs, GPFs, PQTs, do município filiado ou não ao MTG).
c – Piquete de Cavalarianos (Compreendem todos os piquetes que fazem parte da Campeira de Alvorada, ou não, bem como os convidados por ela).

B – A ordem do desfile segue o protocolo universal para este evento denominado “Festejos Farroupilhas” na seguinte ordem de apresentação:

a – Abertura oficial em veiculo de revista, ou não, pela maior autoridade pública presente.
b – Apresentação da Brigada Militar, divididos pelos batalhões conforme sua organização peculiar.
c – Apresentação de outras entidades públicas, civis ou privadas.
d – Apresentação dos Centros de Tradições e departamentos, seguindo a ordem cronológica de fundação estatutária.
e – Apresentação dos piquetes ou departamentos campeiros designados na sua ordem pelo “Departamento Campeira de Alvorada” ou seu representante.

C – O horário oficial para abertura do desfile será as 15:30 hr quer queira as entidades estejam prontas ou não, o horário para concentração dar-se apartir das 14 00 hrs.

D – Os pavilhões (bandeiras ou flâmulas) apresentar-se-ão apenas uma (01) vez na avenida e na vanguarda do desfile, preferencialmente a cavalo. São elas Bandeira do Brasil, do Rio Grande do Sul, do município, do MTG, da 1a. RT, da Paz e da solidariedade (por convenção).

E – As entidades deverão apresentar somente a sua bandeira à frente do seu bloco, seguido dos representantes da diretoria (patronagem) e culturais (prendas e peões).

F – Todos, a exceção das autoridades militares independente da patente, deverão estar devidamente pilchados conforme regulamento vigente do Movimento Tradicionalista Gaúcho.

3º – É proibido:

a – Apresentação com conotação de cunho político partidário, credo, raça ou que inflija atribuições preconceituosas ou difamatórias a prejuizo de terceiros, ou contrair vantagens pessoais ou comerciais.
b - apresentação conduzindo menores nas garupas dos cavalos ou em carrocerias de veículos motorizados, ou em qualquer outro local que atente contra a segurança do menor.
c – a apresentação de integrante com visível aparência de embriaguez, ou conduzindo, ou consumindo bebida alcoólica no exercício do desfile.
d – a manifestação individual, a modo circense que atente aos maus tratos a animais, que coloquem em risco a segurança do publico, dos cavalarianos ou ainda a ineficientes proezas passiveis de serem ridicularizadas.
e – os utensílios, itens de selaria e indumentárias deverão estar adequadas conforme regularização vigente para a prática do campeirismo.

4º - Os assuntos omissos a este regulamento serão dirimidos pela comissão organizadora do evento.

Comisão Executiva:

- Jairo Carvalho - Diretor de Cultura da Secretaria de Cultura Juventude e Esportes
- Geovani Lemann - Subcoordenador da 1ª RT - Alvorada
- Sergio Spier - Diretor Artisitico e Cultural - Alvorada
- Vladimir Kunze - Coodernador do Depatamento Campeiro de Alvorada
- Renato Spaniol - Coodernador do Departamento Campeiro de Alvorada
- Silvia Simonne Rodrigues Pinto - Departamento Feminino campeiro
- Adão Campeiro - Secretário


Sergio Spier - Diretor Artisitco e Cultural para assuntos do Tradicionlaismo em Alvorada

1 de set de 2010

ORDEM DE APRESENTACAO NAS RONDAS DE ALVORADA

Segue abaixo, a ordem das Rondas Crioulas em Alvorada, por data e sorteio das apresentacoes.

10/09 - Sexta-feira
CTG AMARANTO PEREIRA
1. - Ctg Sentineals do Pago
2. - Ctg Bento Goncalves da Silva
3. - Ctg Campeiros do Sul

11/09 - Sabado
CTG BENTO GONCALVES DA SILVA
1. - Dtg Raca Gaucha
2. - Ctg Chilena de Prata
3. - Cpf O tempo e o Vento

12/09 - Domingo
CTG TRADICAO
1. - Cpf O tempo e O vento
2. - Ctg Sentineals do Pago
3. - Ctg Campeiros do Sul

13/09 - Segunda-feira
CTG SENTINEALS DO PAGO
1. - Ctg Tradicao
2. - Ctg Amaranto Pereira
3. - Ctg Amanhecer na Querencia

14/09 - Terca-feira
CTG CHILENA DE PRATA
1. - Ctg Bento Goncalves da Silva
2. - Ctg Amaranto Pereira
3. - Ctg Amanhecer na Querencia

15/09 - Quarta-feira
CTG AMANHECER NA QUERENCIA
1. - Dtg Raca Gaucha
2. - Ctg Chilena de Prata
3. - Ctg Tradicao

16/09 - Quinta-feira
DTG RACA GAUCHA
1. - Ctg Amaranto Pereira
2. - Ctg Campeiros do Sul
3. - Ctg Chilena de Prata

17/09 - Sexta-feira - PRACA JOAO GAOULART

18/09 - Sabado
CTG CAMPEIROS DO SUL
1. - Cpf O Tempo e o Vento
2. - Ctg Sentinelas do Pago
3. - Dtg Raca Gaucha

19/09 - Domingo
CPF O TEMPO E O VENTO
1. - Ctg Amanhecer na Querencia
2. - Ctg Tradicao
3. - Ctg Bento Goncalves da Silva

20/09 - Segunda-feira - DESFILE TEMATICO

Sergio Spier - Diretor artisitico e Cultural para assuntos do Tradicionalismo em Alvorada

30 de ago de 2010

PROGRAMAÇÃO DO DESFILE FARROUPILHA DE ALVORADA 2010

Já estamos completamente organizados para a Semana Farroupilha de Alvorada 2010, segue abaixo a ordem de apresentação no desfile com seus destaques temáticos:

ORDEM DE APRESENTAÇÃO NO DESFILE

24º BATALHÃO DE POLICIA MILITAR – Brigada Militar

Entidades Sociais e educacionais:
DTG ACONCHEGO DA TRADICAO - Escola Aberta Erico Verissimo
DTG UNIDOS PELA TRADICAO - Escola Guerreiro Lima

Entidades Tradicionalistas:

CTG CAMPEIROS DO SUL
Temática – A Revolução : Três Capitais Farroupilhas
Biografia – Padre Hildebrando Freitas

CTG CHILENA DE PRATA
Temática – A Vida em Família
Biografia – Domingos José de Almeida

CTG SENTINELAS DO PAGO
Temática – As Festas: Um Fandango, a Chula, a Tava e o Truco
Biografia – Padre Francisco das Chagas

CTG AMANHECER NA QUERÊNCIA
Temática – A Religiosidade : Presença do Padre, o Casamento e o Batizado
Biografia – Antônio de Souza Neto

CPF O TEMPO E O VENTO
Temática – Os Ideais Farroupilhas : Assembléia Provincial e as Lojas Maçônicas
Biografia – José Mariano de Matos

CTG BENTO GONÇALVES DA SILVA
Temática – Os Estrangeiros Engajados na Idéia Republicana : Giuseppe Maria Garibaldi – Luigi Rosseti – Tito Lívio Zambecari – John Pascoe Grenfell
Biografia – Onofre Pires da Silva Canto

CTG AMARANTO PEREIRA
Temática – O Trabalho: A Lida de Campo e Charqueada
Biografia – Manoel Lucas de Oliveira

CTG TRADIÇÃO
Temática – A Proclamação da República, a Bandeira e o Hino
Biografia – David Canabarro

DTG RAÇA GAÚCHA
Temática - Apresentação dos líderes com suas Características e os Líderes e seus destinos no Pós Revolução
Sem biografia

Desfile Campeiro:

Piquetes de Cavalarianos
DEPARTAMENTO CAMPEIRA DE ALVORADA

Sérgio Spier
- Diretor artistico e cultural para assuntos do tradicionalismo em Alvorada

SEMANA FARROUPILHA DE ALVORADA 2010

PROGRAMAÇÃO PARA SEMANA FARROUPILHA 2010 em Alvorada

Dia 07 – Terça-Feira
18:30 - CHEGADA DA CHAMA CRIOULA EM ALVORADA

Dia 10 – Sexta-feira:
20:30 - Ronda CTG Amaranto Pereira – Jardim Algarve

Dia 11 – Sábado:
20:30 – Ronda CTG Bento Gonçalves da Silva – Esplanada

Dia 12 – Domingo:
20:30 – Ronda CTG Tradição – Jardim Aparecida

Dia 13 – Segunda-Feira:
20:30 – Ronda CTG Sentinelas do Pago – Cedro

Dia 14 – Terça-Feira:
Ronda CTG Chilena de Prata – Jardim Porto Alegre

Dia 15 – Quarta-feira:
20:30 – CTG Amanhecer na Querência – Jardim Alvorada

Dia 16 – Quinta-feira:
20:30 – DTG Raça Gaúcha - Local CTG Tradição

Dia 17 - Sexta-feira:
20:30 – Ronda na Praça Central com atrações Musicais e Artísticas
Apresentação das Invernadas de Danças Tradicionais de Alvorada classificadas para o Enart - CHILENA DE PRATA, AMARANTO PEREIRA E BENTO GONÇALVES DA SILVA

Dia 18 – Sábado:
20:30 – Ronda no CTG Campeiros do Sul – Maringá

Dia 19 – Domingo:
20:30 – Ronda no CPF O Tempo e o Vento – local - CTG Campeiros do Sul – Maringá

Dia 20 – Segunda-feira:
15:30 – Desfile Tradicionalista – Av. Getúlio Vargas – Centro

Sérgio Spier
Diretor Artistico e Cultural para assuntos do tradicionalismo em Alvorada

Resultado do 2º CONCURSO INTEGRADO DE ALVORADA

Segue abaixo classificação dos participantes do 2º concurso integrado de Alvorada

AMANHECER NA QUERENCIA
BONEQUINHA
1º ALICE ROBERTA VALENCA
MIRIM
1º SOFIA DE ANDRADE HIPOLITO
2º NATALY SCHENEIDER LOPES
ADULTA
1º LAURA CRISTINA REICHER
PIAZITO
1º PEDRO HENRIQUE VALENCA
PIA
1º CLEITON LUIS HOLL
GURI
1º GEOVANNI MANA
PEAO
1º RONALDO KUHL VIEIRA
CHIRU
1º ATAIR SCHOMMER

AMARANTO PEREIRA
BONEQUINHA
1º LARA MACHADO LIBERATO
2º EVELYN PAQUELIN COSTA
MIRIM
1º INGRID DE LIMA
2º FERNANDA MACHADO E SILVA
3º JESSICA MATTOS DE FREITAS
JUVENIL
1º KLARISSA DIUVANA OSORIO LEMANN
ADULTA
1º GIULIA KELLY DA SILVA MENEZES
PIA
1º LEONARDO MACHADO LIBERATO
2º MATEUS QUEVEDO BALDASSO
3º JOSE CARLOS DA SILVA F. NETO
GURI
1º ADRIAN DA ROCHA MENDES
2º KELVIN DA SILVA GAUDENCE

BENTO GOLCALVES DA SILVA
MIRIM
1º JULIA GABRIELLI LAUFF GOULART
2º RENATA MENDES MATTANA
JUVENIL
1º STEPHANIE RODRIGUES AS SILVA
ADULTA
1º KARINE DUARTE CERVELLO

CAMPEIROS DO SUL
PEQUITITA
1º BRENDA ELOI GOTTSHALK
BONEQUINHA
1º ANA CAROLINA DE OLIVEIRA PERDOMO
2º MAYZE MARCELO LIMA DE FREITAS
MIRIM
1º CARINE LIBIO DOS SANTOS
2º STEFANI SAMPAIO RODRIGUES
JUVENIL
1º TAMIRES MACHADO SILVA RAMOS
2º JESSICA MELISSA DA ROSA MARTINS
3º CAROLINE LIBIO DOS SANTOS
ADULTA
1º ALINE DE MOURA OLIVEIRA SANTOS
2º JOCELAINE DE SOUZA DUTRA
3º JULIANA DE OLIVEIRA RAMOS
CHINOCA
1º JANAINA SANTANA DE OLIVEIRA
2º GLACI MOREIRA LIBIO
PIAZITO
1º LUCAS MAGNUS BROGNI
PIA
1º WESLEY SAMPAIO RODRIGUES
2º EDUARDO BARBOSA BERNARDES
3º AGNE AUGUSTO OLIVEIRA DE SOUZA
GURI
1º VAGNER AUGUSTO OLIVEIRA DE SOUZA
PEAO
1º RICARDO ALVES CAVALHEIRO
CHIRU
1º EVERSON R. TELLES

CHILENA DE PRATA
BONEQUINHA
1º ANA JULIA PINHEIRO RAFAEL
MIRIM
1º JULIANA RANDON PINHEIRO
JUVENIL
1º JENIFER DAYANE MACHADO FERNANDES
ADULTA
1º JESSICA RODRIGUES DA SILVA
2º JUCILENE DE ARAUJO SILVA
3º JULIANA VICTORIA DALBOSCO SILVEIRA
PIA
1º BRUNO MACHADO FERNANDES

O TEMPO E VENTO
PEQUETITA
1º KLARA MARIA BEYER JARA
BONEQUINHA
1º BEATRIZ LACERDA DOS SANTOS
2ºCLAUDIA DANIELLE SOARES DA SILVA
MIRIM
1º EMILY DA SILVA ILHA
2º GABRIELLA MANIR SANTOS RIBEIRO
PIAZITO
1º DEIVID HENRIQUE SEIBERT PEREIRA
PIA
1º JEAN MATEUS SEIBERT PEREIRA
PEAO
1º DORACI BEYER NETO

RACA GAUCHA
BONEQUINHA
1º EDUARDA DE MATOS VIEIRA
MIRIM
1º GISLAINE RITTER DE MEDEIROS
2º JENIFFER SANTOS LESTRIG
JUVENIL
1º DANIELA ARAUJO FRAGA
2º FRANCIELE SANTOS DE SOUZA
CHINOCA
1º MARIA ISABEL SOARES
PIA
1º FILIPE SOARES MARQUES
GURI
1º WESLEY SANTOS DO CARMO

SENTINELAS DO PAGO
PEQUETITA
1º RAFAELA GEORGE RIBEIRO
BONEQUINHA
1º JULIA ALVES DE LACERDA
MIRIM
1º LUCIANA VELEDA LORETO
2º ALINE SILVA DA SILVA
3º NATALIA NASCIMENTO
JUVENIL
1º GREICE P. COLOMBO
2º JENIFFER MARTINS OLIVEIRA
ADULTA
1º TIENE CRUZ DA SILVA
CHINOCA
1º ROSANA MARTINS DA SILVA
PIAZITO
1º LUIZ HENRIQUE NASCIMENTO
PIA
1º LUIS FILIPE NASCIMENTO
GURI
1º LEANDRO PEREIRA DELFINO JUNIOR
2º WILLIANDE ROSA CARDOSO
PEAO
1º WAGNER MACIEL MACHADO
2º VAGNER SOUZA DE LIMA

TRADICAO
PEQUETITA
1º KEMILY AMARA APARECIDA RAMOS PEREIRA
2º KAUANE BRANDA NOGUEIRA DE OLIVEIRA
BONEQUINHA
1º ANAELIZE DO NASCIMENTO DOS PASSOS
MIRIM
1º ANDRIELY PRADO SILVA
JUVENIL
1º RENATA MACHADO LIMA
2º KETHLEEN ANDRIELE RAMOS CARDOSO
ADULTA
1º JULIANA LESSA XIMENDES
2º FRANCIS GONCALVES MARTINEZ
CHINOCA
1º CELITA CORREA
PIA
1º LUCAS WAGNER DO NASCIMENTO
2º CLEITON GABRIEL DO NASCIMENTO
GURI
1º JONATHAN GABRIEL DIEHL GUNTZEL
2º ALISSON PRADO SILVA
PEAO
1º ANDERSON C. DE CASTRO